Canal VE

24 de abril de 2024

Transporte público e delivery aceleram a eletrificação no Brasil

ônibus elétrico da Eletra tem a cor predominantemente verde

Dois ônibus da Eletra estarão à disposição da população no Dia da Mobilidade Elétrica. Foto: Divulgação/DME.

A expansão da eletromobilidade no Brasil deve ser encabeçada por iniciativas no transporte de passageiros e nos serviços de entregas. A opinião é de Ricardo Guggisberg, presidente do IBMS (Instituto Brasileiro de Mobilidade Sustentável), e organizador do DME – Dia da Mobilidade Elétrica, evento que vai celebrar a mobilidade sustentável em 27 de maio de 2023, na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O evento chega à sua 7ª edição com uma certeza: o processo de transição energética na mobilidade brasileira já começou. Além da alta de 50,8% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves híbridos ou elétricos nos cinco primeiros meses de 2023, diversas prefeituras estão adquirindo veículos 100% elétricos para integrar suas frotas de transporte público.

“A cidade de São Paulo, por exemplo, planeja ter, até o fim de 2024, uma frota de 2,6 mil ônibus elétricos. Curitiba e Cascavel, no Paraná, também já incluíram os ônibus elétricos como base de sua mobilidade urbana e, em Santa Catarina, a região do Vale do Itajaí conta com um projeto que interligará 11 municípios com ônibus 100% elétricos”, afirma Guggisberg. 

Leia Mais: Dia da Mobilidade Elétrica recebe selo de “Evento Neutro”

Eletrificação do transporte

De acordo com o executivo, a normalização do transporte público, após a pandemia, tem feito com que os municípios invistam na renovação de suas frotas, cujos processos acabaram suspensos ou adiados nos últimos três anos. 

Ônibus elétrico da Eletra tem cor predominantemente verde-limão
Ônibus elétricos vão fazer parte da frota do transporte municipal de Curitiba. Foto: Divulgação/Daniel Castellano/SMCS.

“Por conta desse cenário, hoje temos a frota de transporte público mais velha da história do país, segundo o levantamento da NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos)”, afirma. “A necessidade de renovação tem feito com que muitas prefeituras acelerem seus processos de transição energética”, completa.

Atenta ao crescimento do interesse na eletrificação do transporte, a Eletra, uma das expositoras do DME, garante estar pronta para atender o mercado nacional e também dos países vizinhos. 

“Estamos preparados para atender à demanda por eletrificação de frotas de qualquer cidade brasileira ou latino-americana”, afirma Milena Romano, presidente da empresa, que disponibilizará dois veículos para o deslocamento dos visitantes na carreata do DME. “O Dia da Mobilidade Elétrica é uma grande oportunidade para mostrar ao público a melhor tecnologia de ônibus elétricos do Brasil”, destaca Milena.

Leia mais: Carreata em São Paulo celebrará o Dia da Mobilidade Elétrica

 

Veículos elétricos comerciais

Outro segmento com grande potencial de crescimento na visão de Guggisberg é o de veículos comerciais, especialmente, utilitários e motocicletas usados para entrega de mercadorias. 

“A utilização desses veículos tem um forte apelo ESG (Ambiental, Social e Governança), estando, ainda, em linha com o desenvolvimento de cidades menos poluídas e mais silenciosas. Além disso, o custo de km rodado e de propriedade dos veículos comerciais elétricos é muito mais baixo do que o de um similar à combustão”, analisa.

Guggisberg diz que as pessoas que comparecerem ao DME poderão ver de perto inúmeros exemplos de como a mobilidade elétrica pode ser positiva para a sociedade. Entre os exemplos das possibilidades de uso de elétricos no transporte de mercadorias é o Tuk Tuk Saúva Baú, da Cicloway, empresa que também é expositora do DME. 

homem pilota veículo elétrico da Cicloway
Cicloway conta com um portfólio de mais de 20 modelos. Foto: Divulgação/Cicloway.

Com capacidade de até 250kg de carga, ele permite que seja instalado sistemas de manutenção de temperatura, sendo adequado para o transporte de diferentes tipos de produtos. “É notório como as empresas brasileiras vêm aderindo cada vez mais às práticas ESG, nosso principal pilar. Outro ponto que está no DNA da Cicloway é o trabalho em conjunto com o cliente. Por isso, buscamos possibilidades de parcerias personalizadas de acordo com a necessidade de cada player”, diz João Hannud, diretor executivo da empresa.

O Canal VE apoia o Dia da Mobilidade Elétrica.

 

Serviço

Dia da Mobilidade Elétrica

Quando: 27/05/2023, a partir das 9h, Rua Treze de Maio, 1.642, São Paulo (SP).

Programação:

9h: Concentração na Rua Treze de Maio (altura do número 1.642), na Bela Vista, São Paulo. Para quem quiser participar com seus veículos elétricos – ou para quem quiser percorrer o trajeto em ônibus elétricos, disponibilizados pela organização do evento.

10h: Saída da carreata gratuita, com destino à Praça Charles Miller, no Pacaembu, com expectativa de chegada às 12h.

12h às 17h: Na Praça Charles Miller haverá diversas atrações para o público, como test drive/ride, exibição de veículos, tecnologias agregadas, food trucks, apresentações artísticas e espaço kids.

Ler o Anterior

Com caminhão elétrico, GWM distribui peças a concessionárias

Ler o Próximo

Mercado de VEs vai movimentar mais de R$ 324 bilhões até 2040

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular