Canal VE

18 de maio de 2024

Jake Dennis confirma favoritismo e é o campeão da Fórmula E

Pilotos posam para foto com troféus nas mãos

Jake Dennis (ao centro) comemora o título da Fórmula E ao lado do vice-campeão Nick Cassidy (à esq.) e Mitch Evans, terceiro. Foto: Divulgação/Fórmula E.

O piloto britânico Jake Dennis confirmou o favoritismo e conquistou, pela primeira vez, o título da 9ª temporada da Fórmula E, ao terminar no pódio nas duas provas disputadas em Londres, em 29 e 30 de junho de 2023.

Com o segundo lugar no sábado, em corrida que terminou com a vitória do neozelandês Mitch Evans, da Jaguar, Dennis já pôde comemorar o título. No domingo, sem a pressão pelo resultado, terminou em 3º lugar — a vitória foi de outro neozelandês, Nick Cassidy, da Envision, com Evans em segundo.

Assim, o piloto mais regular da temporada, com 11 pódios em 16 corridas (um recorde na categoria), fez a festa em casa. Jake Dennis somou 229 pontos na temporada, contra 199 de Nick Cassidy e 197 de Mitch Evans. O brasileiro Lucas Di Grassi, da Mahindra, terminou a temporada com 32 pontos, na 15ª posição, enquanto Sérgio Sette Câmara, da Nio 333, somou apenas 14 pontos no ano.

“Eu só entrei na Fórmula E há três anos e quase ganhamos o campeonato em nosso ano de estreia. Mas agora, para voltar e ter o ano que tivemos, quebrar todos os recordes de pódios e nos tornarmos campeões do mundo, é simplesmente alucinante. Todos os créditos vão para meus meninos, que me deram um foguete absoluto durante todo o ano”, disse Jake Dennis.

Com a vitória de Cassidy na última etapa da temporada, a Envision levou a melhor na disputa por equipes e foi coroada como campeã, com 304 pontos, seguida por Jaguar (292) e Avalanche Andretti (252).

Nick Cassidy sobe na roda do carro da Envision após vencer em E-Prix de Londres.
Vitória de Nick Cassidy na última etapa deu o título de construtores para a equipe Envision. Foto: Divulgação/Fórmula E.

 

Temporada marcante

A 9ª temporada da Fórmula E ficará marcada pelo salto tecnológico que os carros deram em termos de esportividade e eficiência. O Gen3 proporcionou muita competitividade nas corridas, já que esse foi o carro mais rápido, mais leve e mais eficiente da história do automobilismo.

Além disso, as equipes tiveram grandes avanços em termos de tecnologia, estrutura de recarga e eficiência das baterias. Como a Fórmula E tem o propósito de levar a mensagem da eletromobilidade a todas as partes do mundo, com neutralidade nas emissões de carbono e pautada pela pegada da sustentabilidade, a categoria se torna um laboratório prático do que pode ser aplicado no dia a dia da população mundial.

Visão traseira do carro da equipe Andretti em circuito montado em arena fechada.
Jake Dennis acelera o carro da Avalanche Andretti na parte indoor do circuito montado em Londres. Foto: Divulgação/Fórmula E.

São Paulo sediará nova corrida

Se a temporada foi um sucesso, o São Paulo E-Prix, realizado em 25 de março de 2023, seguiu a mesma linha, com uma das etapas mais disputadas do ano. O final foi eletrizante, com diferença de apenas 0,5 segundo de vantagem entre os três pilotos que subiram ao pódio — a vitória foi de Mitch Evans.

O resultado é que a capital paulista já foi confirmada para a próxima temporada da Fórmula E, que deve começar em janeiro de 2024. A etapa paulista figura no calendário provisório da categoria, marcada inicialmente para o dia 16 de março de 2024, novamente em circuito de rua a ser montado no entorno do Sambódromo do Anhembi.

Trabalhadores da equipe Andretti usam roupas na cor vermelha e comemoram título de Jake Dennis em palco montado no evento
Equipe Avalanche Andretti comemora o título de Jake Dennis em Londres. Foto: Divulgação/Fórmula E.

Ler o Anterior

Seres 3 é apresentado ao público com nova plataforma de vendas

Ler o Próximo

União Europeia aprova lei que vai aumentar a estrutura de recarga

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular