Canal VE

18 de julho de 2024

Novo PAC Seleções financiará mais de 2,5 mil ônibus elétricos

Veículos elétricos estacionados em São Paulo

Ao todo o governo federal vai comprar 2.529 ônibus elétricos para distribuir por 98 municípios brasileiros. Foto: Divulgação/Eletra

O governo federal vai comprar 2.529 ônibus elétricos para distribuir por 98 municípios brasileiros. O investimento de R$ 10,5 bilhões faz parte do Novo PAC Seleções, que tem entre as suas atribuições a modalidade “Renovação de Frota”. 

O aporte para as aquisições será feito pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo dados fornecidos pelo BNDES, serão investidos R$ 4,5 bilhões para aquisição de 1.034 ônibus elétricos e 1.149 ônibus Euro 6. Já a Caixa financiará 1.495 ônibus elétricos, 1.633 ônibus Euro 6 e 39 trens, com investimento de R$ 6 bilhões.

O anúncio das modalidades foi feito pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em cerimônia realizada em 8 de maio de 2024.

“O Novo PAC Seleções é fundamental para a indústria brasileira porque cria uma demanda importante para a instalação e a ampliação de fábricas de elétricos no país, gerando empregos qualificados e renda. Além disso, é fundamental o investimento em transporte público sustentável para que o país avance na transição energética”, disse o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.

Presidente Lula em discurso durante evento
Modalidade de “Renovação de Frota” foi anunciado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em cerimônia realizada dia 8 de maio de 2024. Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação/PR

Governo busca fomentar indústria nacional

De acordo com o governo federal, a modalidade Renovação de Frota íntegra eficiência energética e baixo consumo de combustível, buscando melhorar o atendimento à população, além de contribuir com a redução das emissões de CO2 e com a qualidade de vida nas cidades brasileiras. 

Outro ponto importante apontado pelo governo é a diminuição da idade média dos veículos de transporte urbano. Isso contribui para o fortalecimento da produção dos veículos e componentes da cadeia na indústria nacional.

Fomentar a indústria automotiva é uma das grandes preocupações do governo Lula. Lançado em dezembro de 2023, o Programa Mover prevê incentivos para indústrias com produção nacional. Entre as medidas, o destaque fica para os créditos financeiros destinados às empresas para investirem em pesquisas, desenvolvimento e produção tecnológica, com objetivo de contribuir para a descarbonização da frota de carros, ônibus e caminhões no Brasil.

Ler o Anterior

BYD aumenta garantia de todos os carros da marca no Brasil

Ler o Próximo

Will Smith embarca em mundial de lanchas elétricas em Veneza

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular