Canal VE

25 de fevereiro de 2024

Empresa brasileira de logística desenvolve caminhão elétrico

Caminhão elétrico desenvolvido por empresa de logística

VIX Logística desenvolveu o Atlas, o caminhão com maior capacidade de tração do Brasil. Foto: Divulgação/VIX Logística

A empresa brasileira VIX Logística lançou um caminhão 100% elétrico, com capacidade de tração de 120 toneladas. O Atlas é o primeiro modelo disponível no país a atingir esse número e já se encontra em testes com alguns clientes da empresa.

Esse veículo faz parte do portfólio do VIX Veículos Autônomos (VIVA), nova vertical de negócios da empresa voltada para inovação e criação de tecnologias sustentáveis focadas em logística.

Para conseguir chegar à capacidade de tração de 120 toneladas, a equipe do VIVA precisou desenvolver tecnologias para aumentar o desempenho sem comprometer a eficiência energética, criando um conjunto de tração específico para atender a este requisito. A plataforma utilizada foi um chassi de fabricação Mercedes Benz, Modelo Axor 3344

“Ter um drive de inovação dentro da empresa nos permite testar soluções e colocar em prática maneiras criativas e arrojadas para os desafios que surgem na integração de alguns equipamentos. Além disso, a adoção de tecnologias mais eficientes e sustentáveis é uma grande tendência do mercado”, afirma Elias Alves, diretor da VIX e responsável pelo VIVA.

Aplicação e segurança

De acordo com a empresa, o modelo tem capacidade de uso em diversos pontos logísticos de empresas.

“Como em movimentação interna, tais como transporte interno de madeira, transporte de produtos siderúrgicos em áreas portuárias, movimentação em pátios de armazenagem de materiais de apoio em áreas no setor de óleo e gás, movimentações internas de rechego de materiais ‘granéis’ em áreas de mineração e siderúrgicas e movimentação de materiais em pátios de matéria-prima para alimentação de processos industriais”, destaca Marcos Nunes, gerente do VIVA.

Com relação à bateria, o Atlas conta com alguns itens de segurança capazes de controlar e monitorar o funcionamento do pack de bateria. O caminhão possui um sistema de autocontrole de temperatura, um robusto sistema de supressão de incêndio, além da estrutura de contenção mecânica de proteção e isolamento de todo o conjunto.

Além disso, pensando na recarga do Atlas, o mais indicado pela empresa é a instalação de um ponto exclusivo para o veículo de corrente contínua (DC).

Ler o Anterior

Acima do previsto, 2023 emplaca 94 mil veículos eletrificados

Ler o Próximo

João Pessoa (PB) reforça frota da cidade com veículos elétricos

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular