Canal VE

18 de julho de 2024

Seguradoras têm de se adaptar para atender os carros elétricos

Veículo elétrico amarelo

Com o crescimento dos carros elétricos no país, seguradoras buscam se adaptar para atender esses novos desafios. Foto: Divulgação/Jac Motors

O seguro veicular é essencial para que o motorista consiga andar com seu carro no dia a dia ou seguir suas viagens com mais tranquilidade. Com os veículos elétricos não é diferente. Porém, os modelos com esse tipo de motorização precisam de uma cobertura diferenciada, o que já vem acontecendo por parte das seguradoras.

Se comparado com os modelos a combustão, além das coberturas básicas que oferecem proteção contra roubo ou furto e a danos causados por incêndio acidental, colisão, inundação e outros, o produto voltado para automóveis eletrificados também possui proteções específicas como: cobertura para cabos de carregamento, guincho para levar o motorista até o ponto de recarga mais próximo e oficinas especializadas.

“Ao contratar o serviço, os clientes ficam preparados para qualquer eventualidade que possa ocorrer ao veículo e ao usuário. Os motoristas devem ficar atentos às apólices escolhidas. Assim como todo carro, os eletrificados contam com um alto investimento e todo cuidado é pouco quando se trata de um bem que foi conquistado com muito trabalho”, afirma Alessandra Monteiro, diretora técnica da corretora de seguros Bancorbrás.

Contudo, por se tratar de uma manutenção mais específica e com detalhes diferentes ao se comparado com um modelo a combustão, o seguro de um veículo elétrico, na maioria dos casos, tem o custo mais elevado. Além de os carros eletrificados ainda terem um tíquete médio maior que os tradicionais a combustão, as especificações desses veículos requerem uma atenção especial por parte das seguradoras.

“São itens mais complexos e que na maioria das vezes só podem ser avaliados e consertados em oficinas especializadas indicadas, muitas vezes, pela própria montadora ou fabricante. Dessa forma, o valor do seguro pode subir um pouco, mas não chega a ser um número exorbitante”, comenta Alessandra.

Manutenção específica e suas peculiaridades

Os modelos elétricos são conhecidos por uma manutenção mais simples e mais econômica, se comparado aos veículos a combustão. Entretanto, esses “bônus” dos elétricos só são possíveis de ser atingidos com uma mão de obra qualificada e especializada.

Carros elétricos possuem essa manutenção considerada mais simples pela redução de componentes, com relação aos veículos a combustão. Itens como correias, velas, filtro de combustível, filtro de óleo do motor, caixa de câmbio e escapamento, entre outros, simplesmente não fazem parte do conjunto dos VEs.

Além do próprio veículo, o proprietário de um carro elétrico pode ter seu carregador próprio, seja ele um wallbox ou um com uso convencional ou emergencial (para tomadas 110V/220V). Esses equipamentos também podem estar dentro do seguro veicular, pensando em possíveis emergências, mas cabe lembrar que eles também necessitam de uma manutenção periódica para manter seu funcionamento correto e sem o risco de acidentes.

Ler o Anterior

Crescimento do mercado de VEs limitou emissão de CO2 em 2023

Ler o Próximo

Carros 100% elétricos dominam vendas de eletrificados no Brasil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular