Canal VE

18 de maio de 2024

Manutenção de veículo elétrico é mais econômica que a de térmico

Pessoa fazendo manutenção de um carro elétrico.

Manutenção de veículos elétricos exige cuidados especiais com segurança. Foto: Divulgação

Ao escolher o próximo carro para a sua garagem, o motorista deve levar em consideração diversos fatores, entre eles os custos de manutenção. No caso dos veículos elétricos, os gastos com as revisões programadas são mais em conta que os tradicionais a combustão.

Isso acontece porque os motores elétricos têm menos componentes que os térmicos. Itens como correias, velas, filtro de combustível, filtro de óleo do motor, caixa de câmbio e escapamento, entre outros, simplesmente não fazem parte do conjunto dos VEs.

A consequência disso é o menor número de peças para inspeção e troca, deixando a manutenção bem mais simples.

Mas é preciso atenção. Para realizar a manutenção, não basta levar o carro ao mecânico de sua confiança. É preciso que o profissional seja qualificado para a realização do serviço, já que o motor elétrico exige cuidados especiais para evitar acidentes, mesmo com o carro desligado. 

Por isso, o mais indicado é que as revisões sejam realizadas em concessionárias da própria marca ou oficinas especializadas em motores elétricos.

André Bassetto, diretor da Volvo, posa em frente a logo da empresa
André Bassetto, diretor de pós-vendas e produto da Volvo no Brasil. Foto: Divulgação/Volvo

“Antes de ter contato com os componentes energizados, o técnico deve passar por um processo de certificação em reparação de veículos elétricos. Durante esta certificação serão abordados todos os conceitos de alta tensão e os riscos que ela pode oferecer”, afirma o diretor de pós-vendas e produto da Volvo, André Bassetto.

“Existem dispositivos e procedimentos para desenergizar o veículo para realização de reparos nos sistemas elétricos. Podemos fazer um paralelo com nossa casa, por exemplo, quando desligamos o disjuntor para substituir uma tomada”, diz.

Outro detalhe importante é em relação aos procedimentos de segurança. “Durante a manutenção, é necessário usar todos os equipamentos de proteção individual conforme recomendação da norma ECE R100 (normativa europeia de segurança em reparos de veículos elétricos). Os EPIs utilizados são: luvas, máscaras de proteção em acrílico, capacetes, botas e roupas antichamas”, explica Bassetto. 

Além disso, a área onde acontece a manutenção do veículo deve ser isolada, e somente o técnico certificado pode ter acesso ao espaço restrito.

Planos de manutenção

Cada montadora tem um plano de manutenção, respeitando quilometragem e tempo de uso do veículo. Abaixo, listamos alguns dos modelos de veículos elétricos vendidos no Brasil e seus respectivos planos de revisões programadas. Confira:

Caoa Chery iCar

O iCar, carro elétrico mais barato do mercado brasileiro (R$ 144.990,00), tem também uma das revisões mais econômicas nos primeiros anos de uso. O serviço inclui, segundo a montadora, a inspeção de 44 itens após 10 mil quilômetros rodados ou 12 meses de uso. Na segunda revisão, são 45 itens inspecionados, mais o filtro de ar-condicionado. Em todos os casos, a mão de obra está inclusa nos preços anunciados.

Previsão de custos (valores de agosto/2022)

10.000 km = R$ 177,32

20.000 km = R$ 283,53

30.000 km = R$ 479,39

40.000 km = R$ 822,47

50.000 km = R$ 177,32

JAC E-JS1

Por não ter câmbio, radiador, filtro de ar, filtro de óleo, filtro de combustível, sistema de escapamento, correias, velas, catalisador, etc, o custo de manutenção do JAC E-JS1 é até 6 vezes mais barato que a manutenção de um carro a combustão equivalente, de acordo com a montadora. As revisões consistem em inspeção de itens, troca de filtro do ar-condicionado e fluido de freios.

Previsão de custos (valores de agosto/2022)

10.000 km = R$ 360,00

20.000 km = R$ 480,00

30.000 km = R$ 360,00

40.000 km = R$ 480,00

50.000 km = R4 360,00

Nissan Leaf

A primeira revisão do Nissan Leaf acontece com 10.000 km ou 12 meses, o que ocorrer primeiro. Segundo a montadora, entre os itens inspecionados estão pastilhas de freio, rotores e outros componentes do freio; travas, dobradiças e travas do capô; filtro do ar-condicionado; freio de serviço, freio de estacionamento e embreagem (folga, curso e funcionamento). Na segunda revisão, o serviço tem, além dos itens inspecionados na primeira, o acréscimo de relatório de uso de bateria, diagnóstico computadorizado, caixa de direção, componentes da suspensão e eixos, óleo de engrenagem e alinhamento das rodas, entre outros itens.

Previsão de custos (valores de agosto/2022)

10.000 km = R$ 327,00

20.000 km = R$ 981,00

30.000 km = R$ 327,00

40.000 km = R$ 981,00

50.000 km = R$ 327,00

Peugeot e-208 GT

O elétrico da Peugeot tem sugestão de revisões programadas a cada 20 mil quilômetros, de acordo com a montadora francesa. O valor é sempre o mesmo: R$ 748. Para efeito de comparação, o gasto com as revisões de um Peugeot 208 a combustão, com motor 1.0, pode chegar a R$ 2.706 em 4 anos, ou 40 mil quilômetros, contra apenas R$ 1.496 no mesmo período e quilometragem, uma economia de quase 45%. 

Previsão de custos (valores de agosto/2022)

20.000 km = R$ 748,00

40.000 km = R$ 748,00

60.000 km = R$ 748,00

80.000 km = R$ 748,00

100.000 km = R$ 748,00

Volvo XC40 Recharge

A primeira manutenção do SUV elétrico da Volvo, quando realizada com até 30.000 quilômetros, ou 24 meses de uso, inclui filtro de ar, checagem de fluido de freio e limpeza dos parabrisas. O valor está incluso no plano de manutenção do veículo. Após isso, as revisões ganham novas inspeções, como a troca do kit selante dos pneus, a cada 60 mil quilômetros, ou 48 meses.

Previsão de custos (valores de agosto/2022)

30.000 km = valor incluso no Plano de Manutenção do Veículo

60.000 km = R$ 927,00

90.000 km = R$ 499,00

120.000 km = R$ 927,00

150.000 km = R$ 499,00

BYD Tan EV 

A chinesa BYD sugere a primeira manutenção do SUV TAN EV com 10.000 quilômetros ou 12 meses, o que ocorrer primeiro. A inspeção segue o modelo das principais montadoras. Com 40 mil quilômetros rodados, o líquido de arrefecimento do motor de tração é substituído.

Previsão de custos (valores de agosto/2022)

10.000 km = R$ 900,00

20.000 km = R$ 1.850,00

30.000 km = R$ 900,00

40.000 km = R$ 2.450,00

50.000 km = R$ 900,00

Ler o Anterior

BMW i3 ganha pintura de despedida; novas baterias entram em ação

Ler o Próximo

Ford apresenta picape elétrica especial para a polícia dos EUA

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular