Canal VE

20 de julho de 2024

JLR inaugura ponto de recarga sustentável no Rio de Janeiro

Ponto de recarga sustentável da JLR no Rio de Janeiro

O sistema de recarga da JLR conta com painéis fotovoltaicos e baterias de segunda mão do Jaguar I-Pace. Foto: Divulgação/JLR

A JLR (Jaguar Land Rover) apresentou um novo sistema de recarga para carros elétricos na cidade do Rio de Janeiro. O eletroposto se utiliza de energia limpa, por meio de painéis fotovoltaicos, e reutiliza baterias de íon-lítio do Jaguar I-Pace que seriam descartadas, para armazenar energia que será utilizada nas recargas.

O local escolhido para a instalação desse projeto é a cidade do Rio de Janeiro, na primeira concessionária com conceito carbono zero da JLR.

“Estamos muito felizes em apresentar um conceito totalmente novo e sustentável, dando sequência em nossa estratégia guiada pelos pilares de sustentabilidade e inovação que regem a JLR. As baterias de produtos eletrificados da JLR que seriam descartadas agora vão novamente fornecer energia para o carregamento de veículos elétricos. Isso nos mostra que com inteligência e trabalho em equipe ainda é possível criar estratégias e alternativas sustentáveis em prol do nosso planeta”, disse João Oliveira, presidente da JLR América Latina e Caribe.

O projeto para a criação desse modelo sustentável foi desenvolvido em conjunto com a Energy Source. O sistema de armazenamento desenvolvido pelas empresas conta com equipamento de 22 kW da WEG e gestão de recarga feita pela EZVolt.

Para clientes das marcas Jaguar e Land Rover a recarga não terá custo, mas para usuários de outras marcas será cobrado um valor, ainda não divulgado, por cada kWh consumido.

Ponto de recarga sustentável da JLR no Rio de Janeiro
A ideia da JLR é instalar esse sistema em todas as suas concessionárias do Brasil e exportar para mercados importantes da eletromobilidade. Foto: Divulgação/JRL

Projeto deve ser exportado

A JLR pretende implementar esse sistema em todas as suas concessionárias do Brasil e, como próximo passo, exportar o sistema para mercados mais consolidados no setor de eletromobilidade.

“Estamos estudando a exportação dessa solução para outros mercados mais maduros, como Europa e Estados Unidos, que possuem um volume muito maior de veículos elétricos e baterias que permitem uma segunda aplicação”, comenta João Oliveira.

Ler o Anterior

EZVolt fornecerá carregadores para caminhões elétricos da JBS

Ler o Próximo

Peugeot dá desconto na compra do e-2008 com seminovo na troca

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular