Canal VE

13 de abril de 2024

Haval H6 GT em review: híbrido plug-in da GWM é uma máquina

Haval H6 GT cinza está estacionado em local de exposição

Haval H6 GT é a versão topo de linha da GWM. Foto: Rubens Morelli/Canal VE.

O Haval H6 GT é uma máquina. Não tem como ser mais direto do que isso. O híbrido plug-in (PHEV), versão topo de linha da GWM no Brasil, pode ser colocado facilmente na lista dos melhores carros com essa tecnologia no mercado brasileiro. Não à toa, desde seu lançamento, em 2023, aparece na lista dos carros eletrificados mais vendidos do Brasil.

O híbrido plug-in da GWM impressiona pelo tamanho e pelo formato. A carroceria no estilo coupé, que dá o ar da esportividade a esse SUV de pouco mais de duas toneladas (2.050 kg em ordem de marcha), foi desenvolvida com exclusividade para os consumidores brasileiros, especialmente pelo acerto da direção e da suspensão, sem falar ainda da tecnologia embarcada e no conforto dos ocupantes.

Com dimensões de um automóvel extra-grande, com seus 4,727 metros de comprimento, 1,940 m de largura, 1,729 m de altura, e entre-eixos de 2,738 m, o Haval H6 GT é equipado com três motores, sendo dois elétricos, um em cada eixo, alimentados por uma bateria de 34 kWh de capacidade, e um motor turbo 1.5 a gasolina. Somados, garantem 393 cv de potência, com 77,7 kgfm de torque, para uma aceleração de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos. Já a velocidade máxima é limitada eletronicamente em 180 km/h

Quanto à autonomia, o carrão garante 116 quilômetros de alcance no modo elétrico (conforme o ciclo PBEV, do Inmetro), podendo alcançar até 1.000 km no modo combinado. O tanque de combustível tem capacidade para 55 litros

Aceleração incrível

O Canal VE pôde testar o Haval GT no Autódromo de Interlagos, em condições favoráveis para tirar o máximo de desempenho do modelo. Com o auxílio (e a supervisão) de instrutores, consegui registrar o 0 a 100 km/h em 5,1 s, e a velocidade máxima de 160 km/h — ouso a dizer que as chicanes montadas na reta dos boxes e na reta oposta, justamente para diminuir a velocidade antes das curvas, atrapalharam o meu resultado, mas tudo bem.

No teste, foi possível perceber a resposta imediata do carro aos comandos do motorista. As duas toneladas do carro estão bem distribuídas, sem afetar o balanço nem o desempenho nas curvas travadas do circuito. Nas retas, sobra agressividade. 

Apesar da esportividade adotada no visual, incluindo spoilers traseiros e pneus aro 19, que reforçam a proposta, cabe sempre lembrar que o Haval GT é um SUV extra-grande e não deve ser encarado como um modelo esportivo de fato. Mas que o carro corresponde às expectativas, não há como negar.

Visão traseira do GWM Haval H6 GT destaca a carroceria no estilo coupé
Carroceria no estilo coupé é um diferencial do Haval H6 GT. Foto: Rubens Morelli/Canal VE.

Segurança e conectividade

No quesito conforto, o Haval H6 GT está muito bem equipado com os bancos revestidos em couro ecológico e suede com logo GT bordado. Os bancos da frente ainda têm ajuste elétrico e ventilação e ajuste de lombar para o motorista. Já os passageiros que vão atrás contam com apoio de braço com porta-copos e sistema de fixação de cadeirinha infantil Isofix. 

São seis airbags no total, sendo dois frontais, dois frontais laterais e duas cortinas que cobrem os bancos dianteiros e traseiros. 

O motorista ainda tem à disposição sistemas de assistência de direção, como o controle de condução adaptativo (ACC, na sigla em inglês), que interpreta a sinalização e o movimento em torno do veículo para garantir a segurança, incluindo a correção automática da direção no caso de avançar as faixas de rolamento, entre outras facilidades, além do Brake assist, que regula a pressão no pedal do freio, e da distribuição eletrônica de frenagem. Há ainda a câmera de reconhecimento facial, contra a fadiga do motorista.

Visão interna da cabine do Haval H6 GT oferece detalhes do volante e dos paineis
Motorista do Haval H6 GT tem opções de conectividade e assistência na cabine. Foto: Rubens Morelli/Canal VE.

Ao todo, 12 sensores de estacionamento, cinco câmeras e dois radares constituem a parte semiautônoma do veículo. 

Já as telas LCD de 10 polegadas do painel de instrumentos e de 12 polegadas para o sistema multimídia, com espelhamento sem fios para o smartphone, oferecem boas informações em alta resolução, com layout agradável e de fácil manuseio. Há ainda opções de conectividade com wi-fi 4G, atualização de software OTA (Over the air), portas USB para os bancos dianteiros e traseiros e nove auto-falantes, com 240 W de potência no total. 

As luzes internas do veículos em LED são sensíveis ao toque. Há ainda a opção da luz ambiente azul, para maior conforto dos ocupantes, em especial nas viagens noturnas. 

Visão frontal do Haval H6 GT
GWM Haval H6 GT está disponível em seis cores. Foto: Rubens Morelli/Canal VE.

Preço e cores disponíveis

O Haval GT está disponível para compra pelo Mercado Livre ou nas concessionárias pelo preço final de R$ 319 mil. São seis versões de cores, sem acréscimo no preço: azul cianita, vermelho granada, preto hematita, cinza diamante, cinza amazonita e branco ágata. 

Independentemente da cor, o SUV híbrido plug-in marca presença por onde passa, e deve se manter entre os mais vendidos do Brasil por um bom tempo.

Haval H6 GT é visto rodando no circuito do Autódromo de Interlagos, em São Paulo
GWM Haval H6 GT passa por test-drive no Autódromo de Interlagos. Foto: Rubens Morelli/Canal VE.

Ler o Anterior

BYD dá início às obras na fábrica de carros elétricos em Camaçari

Ler o Próximo

Toyota investirá R$ 11 bilhões até 2030 no Brasil por carros híbridos

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular