Canal VE

13 de abril de 2024

BYD dá início às obras na fábrica de carros elétricos em Camaçari

Terreno onde será construída a fábrica da BYD, na Bahia

A expectativa da BYD é que as produções sejam iniciadas entre o final de 2024 e o início de 2025. Foto: Divulgação/BYD

A BYD iniciou as obras para a construção de sua fábrica em Camaçari (BA), no antigo complexo fabril da Ford. De acordo com a montadora chinesa, a expectativa é que as produções sejam iniciadas entre o final de 2024 e o início de 2025

Com 4,6 milhões de m² de área total, a BYD pagou ao Governo da Bahia mais de R$ 280 milhões pelo que será o maior polo industrial da marca fora da China. O investimento da montadora chinesa será de R$ 3 bilhões

Na primeira fase de obras, serão 26 novas instalações entre galpões de produção, pista de testes e outras estruturas que vão ocupar uma área de cerca de 1 milhão de m². As antigas instalações do complexo serão destinadas a fornecedores que vão ajudar na produção de partes e peças dos novos veículos.

“Ao olharmos para o futuro, estamos entusiasmados com as oportunidades que esta nova fábrica irá gerar. Não apenas em termos de emprego, mas também no que diz respeito ao desenvolvimento de novas tecnologias e à contribuição para uma economia mais sustentável. Estamos comprometidos em operar de maneira responsável, respeitando o meio ambiente e contribuindo para o bem-estar da nossa comunidade. Que este seja o começo de um capítulo próspero e cheio de sucessos”, afirma Tyler Li, presidente da BYD Brasil.

Terreno onde será construída a fábrica da BYD, na Bahia
Com o novo complexo fabril, a BYD pretende gerar 10 mil empregos e uma produção de até 150 mil veículos por ano. Foto: Divulgação/BYD

Geração de empregos e carros produzidos no Brasil 

Com o novo complexo fabril, a BYD e o Governo da Bahia pretendem gerar 10 mil empregos. A fábrica terá uma capacidade de produção próxima de 150 mil veículos por ano, durante a primeira fase de implantação. 

“A BYD vai contribuir para o fomento econômico do estado baiano, com a geração 10 mil empregos, e trará Camaçari de volta aos holofotes nacionais da indústria brasileira, transformando a cidade baiana em um polo de atração de fornecedores diversos ligados a toda a cadeia produtiva, desde peças e acessórios até prestadores de serviços, dando prioridade a empresas locais”, ressalta Alexandre Baldy, conselheiro especial da BYD. 

Além dos empregos gerados, a montadora chinesa já confirmou a produção dos modelos mais vendidos no país, como o Dolphin, Dolphin Mini e Yuan Plus, entre os elétricos, e o Song Plus, híbrido plug-in que é o eletrificado mais vendido no país

Cabe ressaltar que a produção nacional vai permitir preços ainda mais competitivos e, assim, gerar ainda mais oportunidades ao consumidor brasileiro de ter um carro elétrico na garagem.

Ler o Anterior

Carros 100% elétricos dominam vendas de eletrificados no Brasil

Ler o Próximo

Haval H6 GT em review: híbrido plug-in da GWM é uma máquina

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular