Canal VE

20 de julho de 2024

Ford registra patente que permite carregar carro em movimento

Frente da fábrica da Ford nos Estados Unidos

Para que a tecnologia funcione, os veículos elétricos devem estar equipados com um radar que penetre o solo. Foto: Divulgação/Ford

A Ford registrou a patente de uma nova tecnologia de recarga por indução para carros elétricos. Segundo o sistema de registro de marca norte-americano, o USPTO (Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos), o produto se define como bobinas conectadas a uma fonte de eletricidade, que podem ser incorporadas na superfície das estradas para transmitir energia sem fio para receptores instalados nos veículos elétricos.

Para que a tecnologia funcione, os veículos elétricos devem estar equipados com um radar que penetre o solo. Assim, irão detectar e alinhar as bobinas automaticamente com o receptor de carga do veículo, o que geraria a recarga por indução, proposta pela Ford.

Essa proposta de recarga por indução levanta dois pontos importantes, um positivo e outro negativo

O positivo é que, com essa adesão nos veículos elétricos, suas baterias poderiam ser menores, com peso menor, gerando um desempenho ainda melhor dos carros movidos a eletricidade. Já o ponto negativo é o custo para a implementação dessa tecnologia

Um detalhe importante é que, apesar da patente, não há nenhum plano divulgado pela Ford com datas e locais para aplicar esse modelo de recarga.

Tecnologia que a Ford apresentou para o registro de patente do carregamento por indução
Essa imagem representa os detalhes da recarga por indução registrada pela Ford. Foto: Reprodução/USPTO

Tecnologia já conhecida

Essa tecnologia já está sendo testada tanto em outros países, quanto nos Estados Unidos. Recentemente, em um relatório divulgado pela Euronews, o órgão responsável pelo transporte na Suécia escolheu uma rodovia para ser instalado o carregamento por indução. A rodovia que liga as cidades de Hallsberg e Örebro, receberá o modelo de recarga até o final de 2025, podendo assim carregar carros, ônibus e caminhões elétricos. A ideia do governo com essas instalações é abrir caminho para serem instalados mais de 3.000 km de estradas elétricas na Suécia até 2035.

Um projeto parecido é o que a empresa israelense Electreon promete para as rodovias francesas. A empresa escolheu, com o governo francês, uma estrada localizada ao sudoeste de Paris, para receber os primeiros testes.

O projeto em rodovias francesas é pautado em duas etapas. Em um primeiro momento, será implementada a estrutura em 2 km, visando realizar testes com frotas comerciais durante o seu deslocamento. 

Como parte final do projeto, a companhia pretende instalar o carregamento por indução em todas as principais rodovias francesas.

Esse projeto ainda não possui muitos detalhes sobre o equipamento utilizado e nem uma data para começar a operar em solo francês.

Ler o Anterior

Scooter elétrica WS120, da Watts, é opção para mobilidade urbana

Ler o Próximo

GWM apresenta o Ora 03 com versões a partir de R$ 150 mil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular