Canal VE

14 de junho de 2024

Entregadores de app têm acesso fácil para adquirir moto elétrica

Moto elétrica Watts W125 pintada de preto

W125, moto elétrica da Watts, é opção por transição energética. Foto: Divulgação/Watts.

O Banco BV e o app de entregas Rappi acabam de anunciar uma parceria para facilitar a aquisição de motos elétricas da Watts por entregadores independentes que operam na plataforma. 

A ideia é oferecer aos trabalhadores nível Diamond condições especiais para adquirirem as motos W125 da montadora brasileira, e acelerar a transição da mobilidade elétrica nos grandes centros urbanos. No site da Watts, o preço sugerido é R$ 19.990.

A W125 possui dois modelos, ambos com o mesmo motor, de 3.000 W de potência. O mais básico conta com apenas uma bateria, que proporciona 75 km de autonomia, enquanto o modelo mais completo, com duas baterias, garante um alcance de 150 km. 

Segundo a montadora, o custo médio de abastecimento de uma moto 125cc comum é de cerca R$ 1.200, para cada 7 mil km percorridos, enquanto o custo de carregamento das baterias proporcionando autonomia para a mesma quilometragem é de aproximadamente R$ 130, uma economia de 89%. 

Moto elétrica azul estacionada
Modelo da marca Watts Mobilidade, W125, pode chegar a até 150 km de autonomia. Foto: Divulgação/Watts

Parceria pela sustentabilidade 

Além do aspecto financeiro, há também o ganho sustentável: as três empresas almejam retirar cerca de 1,6 milhão de toneladas de CO2 da atmosfera com a parceria.

“Acreditamos que essa parceria gera valor aos clientes e impulsiona o ecossistema de veículos elétricos. Estamos fomentando o setor de financiamento de motos, no qual temos uma presença relevante, com a pegada ESG das motos elétricas e em parceria com diferentes empresas. Esse modelo reflete muito bem a forma que o BV trabalha com seus clientes, parceiros e o meio ambiente”, afirma Flávio Suchek, diretor executivo de Varejo do BV.

“Uma iniciativa como essa é de extrema importância para o avanço e a inovação no setor de delivery. Com essa parceria, tornamos mais acessível a aquisição de motos elétricas para os entregadores parceiros. Além de ser uma iniciativa que promove os modais verdes, diminuindo a emissão de carbono, também garantimos o aspecto social do trabalhador independente, que pode economizar no valor do combustível e melhorar seu dia a dia de trabalho” afirma Marcel Silva, head de frota elétrica da Rappi Brasil.

“Além de contribuir com a redução da poluição atmosférica e sonora, a W125 100% elétrica oferece baixo custo de manutenção e economia financeira de até 80%, se comparada às motos tradicionalmente usadas pelos entregadores. Estamos muito felizes em poder unir forças com empresas que, assim como nós, estão comprometidas em oferecer o melhor não apenas para seus clientes, mas também para o planeta”, destaca Rodrigo Gomes, fundador e diretor da Watts Mobilidade Elétrica.

Três motos elétricas estacionadas, uma vermelha, uma preta e uma azul
De acordo com o site da marca, os modelos possuem preço a partir de R$ 19.990. Foto: Divulgação/Watts

Ler o Anterior

Caoa Chery baixa o preço do iCar para R$ 119.990 até o fim do mês

Ler o Próximo

BMW iX M60 já está à venda no Brasil com luxo e muita potência

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular