Canal VE

14 de junho de 2024

BYD dá desconto de R$ 40 mil para o Yuan Plus e o Song Plus

Yuan Plus estacionado em rua de cidade

Yuan Plus e Song Plus tiveram seu preço reajustado para R$ 229.800. Foto: Divulgação/BYD

As constantes reduções de preço dos carros elétricos no mercado nacional atingiu mais uma montadora. Desta vez a BYD foi quem “sofreu” com um movimento que se iniciou com os lançamentos da própria marca, mais precisamente o Dolphin.

A marca reposicionou o preço sugerido de seus modelos SUVs híbrido e 100% elétrico, Song Plus e Yuan Plus, respectivamente. O montante reduzido foi de R$ 40 mil e com isso, o novo preço de ambos os veículos é de R$ 229.800.

Cabe ressaltar que o valor, conforme o divulgado no site da marca, é que se trata de um preço promocional, válido até o final do mês de outubro de 2023.

Song Plus, carro híbrido da BYD
O desconto de ambos os modelos é valido até o final do mês de outubro de 2023. Foto: Divulgação/BYD

Influências para a mudança

A nova precificação dos modelos da BYD pode ter influência de três situações distintas. A primeira é o lançamento do Volvo EX30, com preço inicial de R$ 219.950. O SUV compacto da marca sueca desembarcou no Brasil com preço agressivo, e isso pode ter impactado na estratégia de vendas da BYD.

Outro fator que pode ter influenciado a mudança de preços é a maior quantidade de opções dentro da própria marca, como o BYD Seal e o próprio Dolphin, na versão Plus

Embora os últimos lançamentos estejam em categorias diferentes, os preços praticados ficaram destoantes. O Seal, vendido a R$ 296.800, reúne qualidades chamativas, como tamanho (20 centímetros a mais de entre-eixos com relação aos modelos com preço promocional), potência (531 cv) e uma boa autonomia (372 km no ciclo PBEV, do Inmetro ou 520 km no ciclo urbano europeu, WLTP). Já o Dolphin Plus surgiu com praticamente o mesmo conjunto elétrico do Yuan, a um preço bem mais convidativo: R$ 179.800.

O terceiro e último motivo que pode ter levado a essa mudança de preço segue na mesma linha do anterior. A própria BYD pode estar reestruturando sua precificação dentro do mercado brasileiro, com o intuito de popularizar ainda mais a marca e o carro elétrico no Brasil, sem perder espaço e competitividade nos valores.

Visão traseira do BYD Seal
BYD Seal pode ter sido um dos “motivos” para a redução no preço do Yuan Plus e do Song Plus. Foto: Divulgação/BYD

Sobre o Yuan Plus e o Song Plus

O SUV 100% elétrico da BYD traz um motor elétrico de 204 cv de potência, 310 Nm de torque (31,6 kgfm), e aceleração de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos.

Além disso, o modelo conta com uma bateria de capacidade de 60,48 kWh, suficiente para uma autonomia anunciada de 458 km na cidade, e 380 km na rodovia, segundo o padrão do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro. 

Já o Song Plus é um modelo híbrido plug-in e conta com um sistema com dois motores. Dentro desse sistema há um motor a combustão de 110 cv de potência e 13,7 kgfm de torque ligado a um motor elétrico, que, juntos, produzem 180 cv de potência e 32,2 kgfm de torque.

Ler o Anterior

Siemens e Brasol testam modelo para a infraestrutura de recarga

Ler o Próximo

EUA oferecem créditos fiscais a compradores de carros elétricos

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular