Canal VE

20 de julho de 2024

Nissan vê redução de custos na produção de motores elétricos

Imagem mostra dois motores de veículos da Nissan

Nissan revela nova estratégia para o desenvolvimento de motorizações eletrificadas. Foto: Divulgação/Nissan.

A Nissan revelou uma nova estratégia para o desenvolvimento de motorização eletrificada, chamada de “X-em-1”. A ideia é compartilhar e modularizar componentes-chave de veículos elétricos e equipados com a tecnologia de hibridização e-Power para reduzir custos.

Segundo a marca, a nova metodologia garantirá uma redução de 30% nos custos de desenvolvimento e manufatura em 2026, em comparação com 2019. Assim, a Nissan pretende atingir a paridade de preços entre seus motores e-Power e a combustão interna até meados de 2026. Já os veículos totalmente elétricos devem atingir a paridade de custos em 2030.

Por meio da estratégia X-em-1, a fabricante japonesa pretende aumentar ainda mais a competitividade de seus veículos elétricos e equipados com a tecnologia e-Power. 

A Nissan desenvolveu um protótipo de motorização 3-em-1, que modulariza o motor elétrico, inversor e redutor, que deverá ser utilizado em veículos elétricos. Já o protótipo 5-em-1 – que também modulariza o gerador e o sistema de engrenagens – está previsto para ser utilizado em veículos equipados com o sistema e-Power.

 

Diferencial para o futuro

A estratégia, que cobre as variantes 3-em-1, 5-em-1 e outras, foi desenvolvida para permitir que os principais componentes de veículos elétricos e da motorização e-Power sejam fabricados na mesma linha de produção.

Para Toshihiro Hirai, vice-presidente sênior da Nissan, que comanda o desenvolvimento de motorizações e veículos elétricos, a nova estratégia será um diferencial para o futuro da montadora. 

“Aproveitamos ao máximo nossa expertise e know-how de mais de uma década no desenvolvimento e produção de tecnologias de eletrificação. Por meio de nossas inovações no desenvolvimento de motorizações eletrificadas, vamos continuar criando novo valor para os clientes e entregando modelos com tração 100% elétrica – veículos elétricos e equipados com o sistema e-Power – da forma mais abrangente possível”, afirmou.

Ler o Anterior

Companhia aérea oferece ônibus elétrico gratuito a passageiros

Ler o Próximo

A cada 7 carros de passageiros vendidos no mundo, 1 é elétrico

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular