Canal VE

18 de maio de 2024

A cada 7 carros de passageiros vendidos no mundo, 1 é elétrico

Imagem mostra detalhe de recarga em carro elétrico

Carros elétricos tiveram maior participação nas vendas em 2022. Foto: Envato/Elements.

Pela primeira vez na história, as vendas globais de carros elétricos ultrapassaram a marca de 10 milhões de unidades em 2022. E, de acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA), a cada sete carros de passageiros vendidos em todo o mundo, um era elétrico.

Embora as vendas de carros em geral tenham sido fracas no ano passado — 63,2 milhões de unidades no total, sendo 10,6 milhões de VEs —, os dados mostram uma clara tendência de crescimento da preferência do consumidor pelos veículos elétricos. Como comparação, em 2017, apenas um em cada 70 carros vendidos era elétrico (1,21 milhão de veículos elétricos em um universo de 85,09 milhões de carros com todos os tipos de propulsão).

Leia mais: Vendas de veículos elétricos superam R$ 2 trilhões em 2022

Coincidindo com esta tendência, as vendas de carros convencionais com motores de combustão interna caíram um quarto nos últimos cinco anos. À medida em que os impactos ambientais dos veículos movidos a combustíveis fósseis são comparados aos dos elétricos, mais pessoas podem ser convencidas a comprar um VE.

Entre os fatores apontados para o crescimento da participação de veículos elétricos nas vendas globais estão o aumento da produção e a consequente oferta desses veículos, a disparada dos preços do petróleo, e políticas públicas direcionadas para apoiar o segmento no mercado.

 

China, União Europeia e Estados Unidos

Os mercados que mais se destacaram para o crescimento das vendas de veículos elétricos no mundo já são conhecidos: a China, onde um em cada quatro carros comprados em 2022 era elétrico; a União Europeia, onde se compra um carro elétrico a cada cinco a combustão; e os Estados Unidos, onde quase um em cada dez carros comprados no ano passado era um VE.

As vendas totais de carros, por sua vez, caíram perto de 0,5%, para cerca de 75 milhões em 2022, após crescerem em 2021. Os mercados de carros encolheram mais nos EUA e na UE, 8% e 4%, respectivamente. Isso se deveu em parte à escassez de componentes, bem como ao aumento da inflação e às taxas de juros mais altas. No entanto, lugares como a China viram as vendas de automóveis de passageiros aumentarem mais de 10%.

Embora o aumento indique uma tendência na busca por veículos eletrificados, esse aumento ainda não é suficiente para compensar as emissões globais de CO2. A IEA estima que as emissões de CO2 dos SUVs, o tipo de carro mais popular do mercado, em todo o mundo, atingiram quase 1 bilhão de toneladas em 2022.

Ler o Anterior

Nissan vê redução de custos na produção de motores elétricos

Ler o Próximo

EUA e União Europeia negociam acordo por baterias de VEs

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular