Canal VE

24 de abril de 2024

Carro elétrico ajuda empresa a deixar de emitir 6 ton de CO2

Renault Kangoo Z.E. recebe recarga em frente a galpão de empresa

Desde que o Renault Kangoo Z.E. passou a integrar a frota, empresa reduziu emissão de poluentes. Foto: Divulgação/EPC.

Após adotar um veículo elétrico para a realização do serviço de entregas, a empresa Princesa dos Campos Encomendas deixou de emitir 6 toneladas de CO2 em um ano. O minifurgão Renault Kangoo Z.E. passou a fazer parte da frota de veículos da empresa em 2022 e realizou 6,2 mil entregas de encomendas em Curitiba e região metropolitana, rodando cerca de 50 mil quilômetros no período. 

Em fevereiro de 2023, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), ligado ao Ministério de Minas e Energia, havia lançado um documento no qual apontava que a eletrificação no Brasil deve avançar em nichos, como os de entregas de encomendas.

Além do Kangoo Z.E., a empresa investiu na implantação de um ponto de recarga no terminal de cargas, em Curitiba, movido a energia solar, para garantir as recargas diárias. Com bateria de 33 kWh e 60 cv de potência, o veículo tem capacidade para transportar 650 kg de carga útil e autonomia declarada de 270 quilômetros, o suficiente para a realização dos serviços.

A adoção do veículo elétrico para as entregas de encomendas atendia às necessidades da empresa quanto aos objetivos de sustentabilidade da marca, mas, durante a operação, o diretor de encomendas, Marcelo Sobhie, também observou vantagens operacionais e econômicas

“O consumo energético do automóvel é menor se comparado aos que são abastecidos com diesel, ainda mais pelo fato de a energia elétrica utilizada vir de fontes sustentáveis próprias, no caso, da nossa usina fotovoltaica. Neste um ano de operação, observamos ainda um baixo valor de manutenção, apenas desgaste dos pneus, além de agilidade e versatilidade do modelo para rodar em centros urbanos”, afirmou Sobhie. 

“Vale destacar os benefícios ao meio ambiente também, já que o carro não emite poluentes e nem poluição sonora”, completou.

 

Eletromobilidade em pauta

O uso do veículo elétrico para as entregas da companhia é uma das ações de sustentabilidade da Princesa dos Campos. Em 2021, a EPC foi a pioneira na realização de testes de ônibus 100% elétricos em viagens intermunicipais.

Já em 2022, a empresa adquiriu cerca de 1,3 mil paineis fotovoltaicos, que foram implantados nos terminais de cargas e garagens das unidades do grupo em Ponta Grossa, Curitiba, Cascavel e Guarapuava, no Paraná. O investimento fez com que a companhia fosse a primeira do segmento do transporte rodoviário de passageiros e cargas no Brasil a ser autossuficiente na geração de energia limpa.

A empresa paranaense tem 87 anos de história e transporta, anualmente, 5 milhões de passageiros e realiza 1,5 milhão de entregas com seu serviço de encomendas.

Ler o Anterior

Volvo lança o EX30, SUV elétrico que chegará ao Brasil em 2024

Ler o Próximo

Stellantis e VW apoiam projeto de R$ 5 bi em mineração no Brasil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular