Canal VE

20 de julho de 2024

Caminhões a hidrogênio passam de 10 milhões de km na Suíça

Caminhão movido a célula de hidrogênio é semelhante aos demais caminhões

Caminhão Xcient Fuel Cell, da Hyundai Motor Company, contribui para a descarbonização do planeta. Foto: Divulgação/Hyundai.

Uma frota de caminhões Xcient Fuel Cell, da Hyundai Motor Company, movida a hidrogênio, percorreu mais de 10 milhões de quilômetros em distância de condução acumulada na Suíça. O feito foi alcançado em três anos e oito meses, desde o início da operação, em outubro de 2020. Atualmente, a frota conta com 48 unidades do caminhão da Hyundai.

Segundo a empresa, o modelo é alimentado por dois sistemas de célula de combustível de 90 kW, o que resulta em potência total de 180 kW, e um motor elétrico de 350 kW, proporcionando uma autonomia máxima de mais de 400 quilômetros.

Como efeito de comparação, uma frota de caminhões a diesel comum, percorrendo os mesmos 10 milhões de quilômetros, teria emitido aproximadamente 6.300 toneladas de dióxido de carbono (CO2). Com o caminhão elétrico Xcient Fuel Cell, estima-se que a redução nas emissões seja equivalente à quantidade de carbono absorvida anualmente por cerca de 700 mil pinheiros.

 

Hidrogênio Verde

Segundo a Hyundai, todos os caminhões pesados Xcient Fuel Cell que operam na Suíça utilizam apenas “hidrogênio verde”, que não emite carbono durante o processo de produção, e contribuem para a criação de uma cadeia de valor de hidrogénio amigável ao meio ambiente na Europa.

O recorde também desempenha um papel significativo no avanço da tecnologia do sistema de célula de combustível de hidrogênio. Ao analisar os dados do veículo sobre quilometragem, consumo de hidrogênio e desempenho da pilha de combustível coletados, a Hyundai pretende melhorar continuamente sua tecnologia de célula de combustível de hidrogênio e aplicá-la a vários tipos de veículos no futuro.

O caminhão Xcient Fuel Cell da Hyundai opera em 10 países atualmente: Estados Unidos, Suíça, Alemanha, França, Holanda, Nova Zelândia, Coreia, Israel, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

No Brasil, há, em andamento, um projeto de pesquisa e desenvolvimento no Estado de São Paulo, com uma estação experimental de hidrogênio renovável com etanol, desenvolvido na Cidade Universitária da USP, em parceria firmada entre o governo público e a iniciativa privada.

Ler o Anterior

Volvo fará cobrança por recarga de veículos de outras marcas

Ler o Próximo

Brasil registra vendas de quase 80 mil eletrificados no semestre

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular