Canal VE

13 de abril de 2024

BYD pode produzir veículos elétricos na Bahia em 2023

Duas colunas de onibus em fila na cor vermelho e azul. No letreiro se lê: ULO 100% eletrico

O governador afirmou que a fabrica vai produzir chassis de ônibus e caminhões elétricos e veículos de passeio elétricos e híbridos/Foto: Divulgação/Twitter.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou por meio de seu Twitter que assinou um protocolo de intenções com a BYD para instalar 3 fábricas de carros elétricos da companhia chinesa na Bahia. O informe aconteceu na última sexta-feira, dia 28 de outubro de 2022.

A cidade escolhida para o investimento teria sido Camaçari, a 50 km da capital baiana, que  ficou conhecida por abrigar a primeira indústria automotiva no Nordeste, na década de 1990. No entanto, desde que a Ford anunciou o fechamento da fábrica, em janeiro de 2021, a região sofreu com desemprego, queda na produção industrial e perdas em efeito cascata na economia da região.  

De acordo com a imprensa local, serão investidos R$ 3 bilhões na infraestrutura da nova fábrica. A expectativa é que a planta possa gerar 1.200 empregos com a instalação da BYD na cidade.

“Assinei, junto a BYD Auto, maior fabricante de veículos elétricos do mundo, protocolo de intenções para a instalação de três fábricas aqui na Bahia. A negociação vai gerar mais de 1.200 empregos diretos, além de impulsionar o desenvolvimento industrial e comercial no estado”, publicou Rui Costa em sua conta no Twitter.

Ainda de acordo com o governador, as unidades devem começar a ser implementadas em junho de 2023 para a produção de chassis de ônibus e caminhões elétricos e veículos de passeio elétricos e híbridos. 

Além disso, a fábrica irá processar lítio e ferro fosfato, duas substâncias utilizadas na produção de baterias de carros elétricos. Segundo o documento, esses recursos serão extraídos do Brasil e exportados para a China. 

A BYD ainda não divulgou nenhuma nota oficial sobre o assunto. Procurada pelo Canal VE, a assessoria da montadora confirmou que houve a assinatura do protocolo de intenção, mas que só vai se manifestar quando algumas pendências forem analisadas.

Ler o Anterior

Europa proíbe novos carros a combustão a partir de 2035

Ler o Próximo

Honda aposta em hibridização dos novos Civic e CR-V no Brasil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular