Canal VE

25 de fevereiro de 2024

“Brasileiro”, Lewis Hamilton prefere dirigir carros elétricos

De terno lilás e faixa verde e amarela no peito, Lewis Hamilton agradece homenagem

Lewis Hamilton recebe título de cidadão honorário brasileiro. Foto: Marina Ramos/Agência Câmara de Notícias.

Já em solo brasileiro para a disputa do Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1, que acontece no dia 13 de novembro de 2022, o piloto inglês Lewis Hamilton, da equipe Mercedes, foi condecorado em Brasília com o título de cidadão honorário brasileiro, nesta segunda-feira (7). A homenagem reconhece o espírito vitorioso na principal categoria do automobilismo mundial e sua ligação com o povo brasileiro.

Mas é fora das pistas que o heptacampeão mundial de Fórmula 1 exerce um papel ainda mais impactante para o planeta. Defensor do meio ambiente, ele deixou de lado os carros a combustão para dirigir um elétrico: o EQC 400, da Mercedes-Benz.

“Para mim, é difícil ser um ambientalista, porque as pessoas respondem aos meus apelos com as palavras: ‘Vamos lá, você queima gasolina na Fórmula 1 todo fim de semana’. Tudo o que tenho a fazer é dar o exemplo fora da pista. Portanto, na vida cotidiana, parei de dirigir meus carros com motores de combustão interna. Agora, dirijo meu EQC”, já disse o piloto em entrevista à agência de notícias Reuters.

O britânico, no entanto, ainda possui alguns modelos superesportivos a combustão em sua garagem, mas gosta de ressaltar que eles fazem parte da coleção pessoal.

O Mercedes EQC 400, de Hamilton, acelera de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, conta com 408 cv de potência e 440 km de autonomia na cidade. No Brasil, o site da Mercedes disponibiliza o EQC, com versões a partir de R$ 693.900.

Lewis Hamilton posa em frente a Mercedes EQC na garagem
O britânico Lewis Hamilton tem um Mercedes EQC 400 na garagem. Foto: Reprodução.

O veículo faz parte da série EQ. Recentemente, a fabricante anunciou a chegada de três modelos elétricos ao Brasil.

Honraria brasileira

A justificativa para a honraria foi a homenagem que o piloto prestou a Ayrton Senna depois da vitória no GP de São Paulo em 2021. 

Fã declarado do brasileiro, morto em 1994 após acidente no GP de San Marino, Hamilton repetiu o gesto do ídolo após a vitória em Interlagos, empunhando a bandeira do Brasil a bordo de sua Mercedes. 

Aplaudido na Câmara dos Deputados, onde recebeu a homenagem, Hamilton retribuiu o carinho dos brasileiros em seu discurso.

“Não consigo explicar esse amor que vocês mostram todos esses anos a mim. Não sabia o que esperar hoje, mas ver todos vocês me trouxe uma energia maravilhosa. Muito obrigado, do fundo do meu coração. Agora posso finalmente dizer que sou um de vocês. Eu amo o Brasil”, afirmou.

Ler o Anterior

Caminhão elétrico da Volvo é destaque em feira de logística

Ler o Próximo

Peugeot lança e-2008, carro elétrico para uso urbano

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular