Canal VE

13 de abril de 2024

Veículos elétricos estão em alta, mas precisam de incentivo

Auditório acompanha discussão na COP 27

Conferência Internacional do Clima, a COP 27, acontece no Egito. Foto: Divulgação.

As vendas de veículos elétricos de emissão zero aceleraram em 2021 em quase todos os mercados e segmentos, de acordo com o relatório 2022 Zero-Emission Vehicles (ZEV) Factbook, publicado pela empresa de pesquisas Bloomberg, e divulgado durante a Conferência Internacional do Clima, a COP 27, realizada em Sharm El Sheikh, no Egito.

O ZEV Factbook afirma que o impulso global em direção ao transporte rodoviário de emissão zero continua a acelerar em 2022, com vendas de veículos elétricos de passageiros a caminho de alcançar mais de 10 milhões de unidades, acima dos 6,6 milhões em 2021.

Mais de 13% das vendas de carros novos globalmente no primeiro semestre de 2022 foi de carros elétricos, subindo de 8,7% em todo o ano de 2021. A capacidade global de fabricação de baterias de íons de lítio também aumentou 38% desde 2021 e os gastos gerais com transporte rodoviário limpo em todo o mundo devem ultrapassar US$ 450 bilhões neste ano.

Gráfico em forma de colunas mostra evolução das vendas de veículos elétricos no mundo entre 2015 e 2022
Vendas globais de veículos elétricos de passageiros entre 2015 e 2022. Fonte: 2022 ZEV Factbook.

O ZEV Factbook foi produzido pela Bloomberg em cooperação com a Accelerating to Zero Coalition e em parceria com a Bloomberg Philanthropies, para coincidir com a COP 27. 

O primeiro Zero-Emission Vehicles Factbook foi lançado na COP 26, em Glasgow, e a publicação atualizada de 2022 acompanha o progresso que foi feito para alcançar emissões globais líquidas zero no setor de transporte rodoviário.

A adoção de veículos de emissão zero já reduziu o consumo de petróleo e as emissões de dióxido de carbono. Espera-se que veículos elétricos de todos os tipos – incluindo carros, ônibus, motocicletas, scooters, vans e caminhões – evitem o uso de quase 1,7 milhão de barris de petróleo por dia em 2022, contra 1,5 milhão de barris por dia em 2021. 

Esses veículos estão atualmente eliminando 152 milhões de toneladas de CO2 por ano, com a maior contribuição vindo da grande frota de veículos elétricos de duas e três rodas na Ásia.

“O BNEF Factbook mostra que, apesar da crise global de energia, a transição para veículos de emissão zero continuou a acelerar desde que lançamos a declaração ZEV na COP 26. Também destaca que a transição do ZEV é fundamental para acabar permanentemente com nossa dependência do petróleo”, disse Alok Sharma, presidente da COP 26.

No entanto, o relatório também soa como uma nota de cautela, já que o progresso em novos compromissos com ZEVs de montadoras e governos diminuiu no ano passado. As metas nacionais de ZEV e as metas de eliminação do motor de combustão interna (ICE) cobrem quase 41% do mercado global de veículos de passageiros até 2035, semelhante a um ano atrás. 

As montadoras com metas de eliminação do ICE em 2035 respondem por 23% do mercado, um ligeiro aumento em relação aos 19% do ano anterior. Isso aumenta para 30% se as metas das montadoras para 2040 forem incluídas.

Gráfico em formato circular mostra as metas de governos internacionais para acabar com as vendas de motores a combustão
Metas governamentais para eliminar gradualmente as vendas de motores de combustão interna. Fonte: 2022 ZEV Factbook

Aleksandra O’Donovan, principal autora do relatório e chefe da equipe de pesquisa de veículos elétricos da Bloomberg, observou que há uma lacuna crescente entre as economias ricas e emergentes na adoção do ZEV. “Embora muitos dos indicadores deste relatório apontem na direção certa, a maioria dos países ainda tem um longo caminho a percorrer antes que possamos ter certeza de que estamos no caminho para um setor de transporte com emissões líquidas zero até meados do século”, afirmou O’Donovan.

O relatório conclui que os governos nacionais, regionais e locais devem continuar a aumentar a ambição e implementar políticas estáveis ​​e de longo prazo que induzam o crescimento do transporte de emissão zero e gerenciem a eliminação progressiva de veículos poluentes.

Ler o Anterior

Brasil abre mão de R$ 118 bi ao ano por combustíveis fósseis

Ler o Próximo

Vini Jr, Modric, Neymar: seleção da Copa de carros elétricos

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular