Canal VE

14 de junho de 2024

Vale testará caminhão elétrico de grande porte em minas no Brasil

Caminhão elétrico da Caterpillar

Modelo Cat 793 está em fase final de desenvolvimento e será testado em minas brasileiras pela Vale. Foto: Divulgação/Caterpillar

A Vale assinou um acordo com a Caterpillar para utilizar um caminhão elétrico em suas operações em minas brasileiras. O objetivo da mineradora brasileira é utilizar o caminhão elétrico como parte das iniciativas para descarbonização das minas. Os caminhões estão em fase final de desenvolvimento pela Caterpillar, fabricante de equipamentos para mineração.

O caminhão desenvolvido conta com capacidade de 240 toneladas, e será testada pela Vale em suas operações em Minas Gerais. A Caterpillar também desenvolve um sistema de transferência de energia para caminhões, que será testado nas operações da mineradora no Pará nos próximos anos.

“Estamos desenvolvendo um portfólio de opções para descarbonizar as operações da Vale, como a eletrificação e o uso de combustíveis alternativos nas minas. As soluções mais viáveis serão adotadas”, afirma Ludmila Nascimento, diretora de energia e descarbonização da Vale. 

Além do caminhão elétrico, as duas empresas iniciarão um estudo conjunto para um motor bicombustível para caminhões fora de estrada, que funcione com etanol e diesel.

“Acreditamos que o etanol tem um grande potencial de contribuir para a meta de 2030 por ser um combustível já adotado em larga escala no Brasil, com uma rede estabelecida de fornecimento, e que requer uma parceria ativa com fabricantes”, completa a diretora.

Caminhão elétrico da Caterpillar
Objetivo da Vale é reduzir a emissão de carbono durante os processos de mineração. Foto: Divulgação/Caterpillar

Redução significativa na emissão de gases

Segundo a Vale, as emissões de diesel das operações de mina respondem por 15% das emissões diretas de CO2 da Vale. Entre os equipamentos de mina, o caminhão fora de estrada é o maior consumidor de diesel e, portanto, o maior emissor. 

Essas medidas se alinham com o plano da Vale anunciado em 2020, de investimentos entre US$ 4 bilhões e US$ 6 bilhões (cerca de R$ 20,3 bilhões e R$ 30,5 bilhões, respectivamente) para reduzir suas emissões diretas e indiretas (escopos 1 e 2) em 33% até 2030.

Ler o Anterior

Xiaomi duplica produção de SU7 para atender alta demanda

Ler o Próximo

BYD Dolphin Mini tem tudo para ser o seu primeiro carro elétrico

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular