Canal VE

20 de julho de 2024

Startup brasileira de tecnologia de recarga é top 10 no mundo

Quatro homens posam para foto ao lado de carro em processo de recarga

Os fundadores da Spott: Thiago Moreno, Renato Vicentini, Rodrigo Tobias e Rica Legname. Foto: Divulgação/Spott.

A startup brasileira Spott foi eleita uma das 10 startups do mundo que devem ser acompanhadas de perto na área de infraestrutura para veículos elétricos, segundo lista da StartUs Insights, empresa sediada em Viena, na Áustria, que monitora o ecossistema global de startups e scaleups. A Spott foi a única da América Latina a receber a indicação.

Chamou a atenção o trabalho da empresa brasileira para o desenvolvimento de tecnologias próprias para redes de recargas de veículos de todos os tipos, com produtos que atendem operadores de redes de recarga, empresas, condomínios residenciais e comerciais, prestadores de serviço para eletromobilidade e motoristas.

A StartUs Insights examina mais de 3,7 milhões de startups no mundo todo, identificando oportunidades para investimentos. 

“Essa indicação vem reforçar ainda mais que estamos no rumo certo. Vamos continuar trabalhando para desenvolver tecnologias e produtos que vão acelerar a expansão da infraestrutura de recarga na América Latina”, afirma Rodrigo Tobias, co-founder e Head de Inovação da Spott. “Nós acreditamos que a tecnologia vem para transformar.”

Arte mostra localização no mundo das 10 startups destacadas pela publicação austríaca
As dez startups de infraestrutura de recarga para acompanhar em 2023, segundo a StartUs Insights. Foto: Reprodução.

Facilitador de recargas

Se a infraestrutura de recarga ainda é deficitária no Brasil, a Spott promete acelerar a expansão dos equipamentos disponíveis, facilitando a vida do usuário e dos operadores dos pontos de recarga, com soluções inovadoras para otimizar o sistema de recarregamento.

Por um lado, o motorista de veículo elétrico depende de diversos aplicativos, com recursos e aplicações diferentes para cada ponto de recarga. Por outro, os CPOs (Charge Points Operators, ou operadores de pontos de recarga) têm a necessidade de realizar altos investimentos em infraestrutura tendo de lidar com as limitações da rede elétrica e do gerenciamento de carregadores atrelados a sistemas proprietários do fabricante, além da dificuldade de expansão, entre outros problemas.

Assim, a Spott produziu soluções como o CMS (Charge Management System) e o SmartSpott. “O CMS traz diversos tipos de relatórios, dados em tempo real de uso dos carregadores, recebimento da receita das recargas direto na conta e otimização da operação como um todo. E tudo isso na nuvem”, afirma Renato Vicentini, CTO da Spott. A plataforma é 100% aberta, ou seja, atende todos os fabricantes de carregadores.

“Queremos ajudar o CPO a monetizar sua rede de carregamento de veículos elétricos, dando suporte a modelos de negócios inovadores e melhorando a experiência do cliente”, completa Vicentini. 

Já a SmartSpott é uma ferramenta disponível dentro da plataforma CMS, permitindo aumentar o número de pontos de recarga ou a capacidade de carregamento sem a necessidade de altos custos de investimentos. A empresa promete economia de até 65% na instalação da rede de recarga

Segundo a Spott, ao otimizar a estrutura existente, a solução torna possível aumentar em até 3 vezes os pontos de recarga e ainda garante mais segurança, pois impede que o consumo total de energia exceda o limite da rede, respondendo rapidamente a picos de carga.

“Aumentar a capacidade através de alterações na infraestrutura demanda um investimento alto e pode levar um tempo precioso. Nossa solução faz isso com agilidade e total segurança, a um custo consideravelmente mais baixo”, explica Rodrigo Tobias.

Homem confere dados da plataforma CMS da Spott em computador
Usuário do CMS da Spott confere os dados da estação de recarga disponíveis em nuvem. Foto: Rubens Morelli/Canal VE.

Reconhecimento internacional

Ao incluir a Spott na lista das 10 startups de infraestrutura de recarga mais influentes da atualidade, a StartUs Insights destaca a capacidade da empresa brasileira de expandir as redes de recarga sem muitos investimentos.

“Seu sistema de gerenciamento de carga (CMS) contém um conjunto de recursos para gerenciar e operar infraestrutura e serviços de carregamento para veículos elétricos. O sistema equilibra cargas entre carregadores e é compatível com qualquer carregador inteligente de protocolo de ponto de carga aberto (OCPP)”, escreve a publicação. 

“Além disso, o CMS da Spott conecta e controla toda a infraestrutura de carregamento de veículos elétricos a partir de seu hub central, que exibe o consumo de energia, entre outros recursos. Desta forma, a Spott simplifica o processo de gestão de múltiplos pontos de carregamento de VEs”, conclui a StartUS Insight.

Ler o Anterior

Ford baixa o preço da Maverick Hybrid durante o mês de agosto

Ler o Próximo

Renault anuncia desconto, e Kwid elétrico agora custa R$ 139,9 mil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular