Canal VE

18 de maio de 2024

Prefeitura de São Paulo entrega 50 ônibus elétricos para sua frota

Entrega dos ônibus elétricos na Praça Charles Miller

Prefeitura de São Paulo mostrou seus 50 novos ônibus na Praça Charles Miller. Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo expôs para o público suas aquisições: 50 ônibus elétricos para a renovação de frota da capital paulista. Os modelos substituirão parte dos ônibus a diesel utilizados na cidade. Com os novos veículos, Com isso, a frota do sistema de transporte público municipal por ônibus, que conta com 201 trólebus e 19 movidos a bateria, passa a ter 270 veículos elétricos em circulação.

A meta do município é chegar a 20% da frota de ônibus movidos a energia sustentável até o fim de 2024. Além dos veículos, toda a infraestrutura de recarga está sendo instalada nas garagens das concessionárias Transwolff, Transpass, Ambiental e Campo Belo, por meio da Enel X, linha de negócios do Grupo Enel dedicada ao desenvolvimento de produtos para a transição energética.

“Conseguimos ampliar a nossa frota de veículos à bateria, chegando a 69 veículos, tudo com o objetivo de nos tornamos, fora da China, o maior polo de mobilidade urbana com ônibus movidos a energia limpa, graças a todo trabalho desenvolvido pela Prefeitura de São Paulo”, disse o secretário executivo de Transporte e Mobilidade Urbana, Gilmar Miranda.

“Hoje é o resultado de um grande trabalho que começou há alguns anos, indo às garagens, consultando engenheiros, para a viabilização deste projeto na maior cidade do Brasil. Não tenho dúvidas de que São Paulo será a capital do transporte público elétrico”, disse o responsável pela Enel X Brasil, Francisco Scroffa.

Os ônibus elétricos representam uma redução de ao menos 50% nos custos de manutenção e de pelo menos 65% nos custos com combustível, na comparação com veículos movidos a diesel, segundo estimativas divulgadas pelos fabricantes de ônibus elétricos do mercado.

Entrega dos ônibus elétricos na Praça Charles Miller
Com os novos veículos, a capital paulista passa a ter 270 veículos elétricos em circulação, incluindo os trólebus. Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

Reforço no transporte

De acordo com a prefeitura, os ônibus incluídos pelas concessionárias são dos modelos Básico e Padron. O Básico tem capacidade para 69 a 70 pessoas, sendo 27 sentados. Já o Padron opera com capacidade para 92 a 93 passageiros, sendo 38 sentados. Ambos possuem área para pessoas com deficiência.

Há ainda um ônibus articulado de 18 metros. Os modelos são fabricados pela Eletra com carroceria Caio e tração elétrica WEG, além de veículos com chassis Mercedes Benz e Scania, fabricados no Brasil. Também foi apresentado um veículo português, fabricado pela CaetanoBus, com tração elétrica Siemens.

“Hoje é um dia histórico para o transporte público de São Paulo e para a mobilidade urbana no Brasil e com muito orgulho participamos desse grande evento. Posso dizer que este é o ponto mais alto da nossa trajetória e com muita emoção contemplamos a entrega destes 50 ônibus elétricos, são os pioneiros de um visionário programa de eletrificação da maior frota municipal de ônibus do ocidente”, disse a presidente da Eletra, Milena Braga Romano.

Ler o Anterior

Salvador (BA) inaugura terminal de recarga de ônibus elétricos

Ler o Próximo

Nova scooter elétrica da Honda relembra sucesso dos anos 80

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular