Canal VE

13 de abril de 2024

Ônibus elétrico da Mercedes-Benz já tem 100 unidades vendidas

Ônibus elétrico trafega pela cidade

Ônibus elétrico eO500U, da Mercedes-Benz. Foto: Divulgação/Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz do Brasil lançou oficialmente o seu ônibus urbano elétrico movido a bateria eO500U, que colocou a empresa no rumo da eletromobilidade no país. O novo membro da consagrada família O500 já tem 100 unidades encomendadas. Os veículos serão entregues entre o final de 2022 e o início de 2023.

O anúncio aconteceu durante a Lat.Bus 2022, Feira Latinoamericana do Transporte, realizada em agosto deste ano, em São Paulo.

Roberto Leoncini posa em frente a chassi de ônibus
Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. Foto: Divulgação/Mercedes-Benz

“Esse é um lançamento muito especial para todos nós, mais um grande marco histórico na notável trajetória de pionerismo e inovação de 65 anos da empresa no país”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. 

A Mercedes-Benz anunciou ainda que está oferecendo suporte a todos que fazem parte do ecossistema de transporte na transição do diesel para a chegada do ônibus elétrico. 

Assim, clientes, motoristas, profissionais de oficinas, gestores do transporte público, concessionários da marca, encarroçadores e demais parceiros podem contar com a empresa para ter mais informações sobre a transição energética da mobilidade urbana.

“Juntamente com nossos parceiros, estamos construindo um grande legado para a eletromobilidade. Estamos muito orgulhosos e felizes. E é muito bom saber que nosso time brasileiro faz parte do plano da Daimler Buses de oferecer veículos neutros em CO2 movidos a baterias e hidrogênio em todos os segmentos até 2030. Ou seja, vamos contribuir para a redução das emissões e para a descarbonização no transporte. Isso demonstra que estamos alinhados às tendências globais e locais da sustentabilidade”, diz Leoncini.

Produção no ABC

De acordo com a montadora, a linha de produção de chassis de ônibus, na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), está preparada para a fabricação do ônibus elétrico, tendo capacidade para atender o mercado interno e as exportações para países da América Latina e Oceania.

Ônibus elétrico trafega pela cidade
Ônibus elétrico eO500U, da Mercedes-Benz. Foto: Divulgação/Mercedes-Benz

O ônibus elétrico possui dois pacotes de baterias na traseira e até quatro pacotes no teto, com capacidade de armazenamento de até 588 kWh. Segundo a fabricante, a modularidade dos pacotes de baterias assegura uma melhor configuração para cada aplicação. A autonomia é estimada em 250 quilômetros.

O chassi tem piso baixo, e pode receber carroçarias de até 13,2 metros de comprimento. O eO500U tem peso bruto total de 21.200 kg, e comporta 83 passageiros na configuração padron. 

O veículo vem equipado com freio eletrônico EBS e sistema de regeneração de energia. O trem de força traz para o motorista uma experiência nova de condução, ainda mais suave, confortável, além de totalmente silenciosa. 

Assim que o motorista aciona o veículo e acelera, a energia sai das baterias e, por meio de cabos, chega a dois motores de tração elétrica no eixo traseiro, um em cada ponta do eixo, junto ao cubo de roda. É este eixo eletrificado que movimenta o ônibus.

Parceria para recarga

Uma das parceiras da Mercedes-Benz é a WEG, que será a fornecedora oficial das estações de recarga do novo modelo eO500U. Segundo a empresa, serão estações da linha Wemob (WEG Electric Mobility), modelo Station de 30 a 150 kW, ideal para recarga ultrarrápida de veículos pesados em corrente contínua padrão CCS2-DC.

“Essa parceria com a Mercedes-Benz reafirma nosso compromisso com a ampliação da infraestrutura necessária para a eletrificação do transporte urbano de passageiros no Brasil”, enfatiza Manfred Peter Johann, Diretor Superintendente da WEG Automação.

Com capacidade de recarregar completamente as baterias de um ônibus elétrico em até três horas, as estações WEG possuem ainda controle de acesso seguro via RFID ou aplicativo, medidores de energia e todos os dispositivos de proteção incorporados para uma recarga segura.

Ler o Anterior

Unicamp abre inscrições para curso sobre mobilidade elétrica

Ler o Próximo

Mahle e Siemens assinam cooperação por carregadores sem fio

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular