Canal VE

18 de maio de 2024

Lucas di Grassi acelera carro da Fórmula E em ação no Ibirapuera

A bordo de monoposto da Fórmula E, piloto brasileiro Lucas di Grassi contorna curva em corrida da Fórmula E.

O piloto brasileiro Lucas di Grassi em ação pela equipe Mahindra Racing, na Fórmula E. Foto: Divulgação/Fórmula E.

Faltando uma semana para o E-Prix São Paulo de Fórmula E, o público de São Paulo poderá ver o carro da categoria mais eletrizante do automobilismo em ação no Parque Ibirapuera, neste domingo, 19 de março de 2023.

Campeão da terceira temporada da Fórmula E, o piloto brasileiro Lucas di Grassi será o responsável por pilotar o GEN 3, carro elétrico mais rápido, leve, potente e eficiente já construído, durante a exibição no parque público mais famoso da cidade. 

O monoposto será o carro madrinha da “Corrida pela Inclusão Olga Kos”, corrida de rua de caráter beneficente em apoio à conscientização da Síndrome de Down, que celebra seu Dia Internacional dois dias após a prova, e demonstra que a mobilidade e a inclusão acontecem principalmente com atitude. 

A ação ocorre uma semana antes do primeiro E-Prix da categoria no Brasil, que será realizado em 25 de março, no Sambódromo do Anhembi e nas ruas do entorno. 

Além de pilotar o carro no Ibirapuera por cerca de 500 metros, Lucas Di Grassi também participará de uma sessão de fotos em frente ao Obelisco. Depois, continuará no evento para o Power Coffee e o Meet and Greet, que encerrarão as atividades da corrida de rua.

“Faz dez anos que eu sonho em ver a Fórmula E correr no Brasil. Eu já fiz muitas demonstrações do carro em diversas capitais do mundo, todas muito importantes e famosas. Mas, aqui no Brasil, acelerar o carro pela primeira vez, ter esse privilégio e primazia, vai ser muito emocionante”, disse Lucas di Grassi.

A concentração será próxima ao Obelisco, às 6h da manhã, seguida da sessão de fotos com o Formula E GEN 3 no Obelisco, às 6h30. A largada da corrida de rua acontecerá às 7h.

Com boné branco e macacão de piloto, Lucas di Grassi sorri ao comemorar conquista na Fórmula E
O brasileiro Lucas di Grassi é um dos representantes do Brasil na Fórmula E. Foto: Divulgação/Fórmula E.

 

Ingressos para E-Prix estão à venda

A corrida brasileira da Fórmula E é válida pela sexta das 16 etapas do campeonato mundial. Será a primeira vez que a categoria realizará um evento em solo brasileiro. O E-Prix será disputado em um circuito de rua dentro do Sambódromo do Anhembi e ruas do entorno em um grande espetáculo da eletricidade. Os ingressos seguem à venda pelo site eventim.com.br.

“Eu torci e trabalhei para que a corrida viesse para o Brasil, fosse em que cidade fosse. Mas o fato de isso acontecer em São Paulo, na cidade que tanto amo e na qual cresci e aprendi a ser cidadão, torna esse momento ainda mais importante”, afirma Di Grassi.

“Espero sinceramente que as pessoas curtam a Fórmula E. A corrida representa muitas coisas boas, além do lado saudável do esporte. Entre elas, a consciência de que este projeto visa no fundo desenvolver tecnologia sustentável para um mundo melhor. Por isso, acho que este domingo pode ser o primeiro momento de um acontecimento histórico”, finalizou Lucas di Grassi.

Mapa do circuito de rua que será montado no entorno do Sambódromo do Anhembi. Foto: Divulgação/Fórmula E.
Mapa do circuito de rua que será montado no entorno do Sambódromo do Anhembi. Foto: Divulgação/Fórmula E.

 

Histórico da categoria

Fundada em 2014, a primeira categoria de carros elétricos do planeta realiza provas em todos os cinco continentes, sempre em circuitos montados nos centros das cidades, provando a eficiência da eletricidade como fonte de energia para a mobilidade urbana.

A categoria busca a aceleração da mudança para o futuro da mobilidade elétrica, uma corrida e uma cidade de cada vez. Fazendo uso do espetáculo de um automobilismo de classe mundial, a Fórmula E envia uma poderosa e significativa mensagem com fins de alterar a percepção e acelerar o progresso da mobilidade elétrica.

Em 2023, a Fórmula E vive a nona temporada de sua história – a primeira com a terceira geração de carros, a GEN3, que ultrapassam os 300 km/h. Dois brasileiros já foram campeões: Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi, que foi o vencedor da primeira corrida da história da categoria e segue no grid, junto de Sérgio Sette Câmara.

Réplica de carro da Fórmula E em exposição em São Paulo
Carro da Fórmula E participa de exibição no Parque Ibirapuera, em São Paulo (SP). Foto: Divulgação/OnBoard Sports.

 

Instituto Olga Kos

Fundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é uma associação sem fins lucrativos, que desenvolve projetos artísticos e esportivos aprovados em leis de incentivo fiscal, para atender, prioritariamente, crianças, jovens e adultos com deficiência, principalmente aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas onde as oficinas são realizadas.

A corrida de rua a ser realizada no domingo nas proximidades do Obelisco do Ibirapuera celebra o Dia Internacional da Síndrome de Down, em 21 de março, e demonstra que a mobilidade e a inclusão acontecem principalmente com atitude.

Ler o Anterior

Carro elétrico compacto da VW terá início da produção em 2025

Ler o Próximo

Saiba por que os carros elétricos têm freio regenerativo (Kers)

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular