Canal VE

13 de abril de 2024

JAC envia para a América Latina novo E-JS1 com bateria de sódio

JAC E-JS1 andando na ponte estaiada, em São Paulo

América Latina deve receber em breve os novos modelos do E-JS1, equipados com bateria de sódio. Foto: Divulgação/JAC

A JAC Motors iniciou a exportação para a América Latina de modelo equipado com bateria de sódio, o E-JS1. Neste primeiro lote estão 5 mil unidades do E-JS1 com bateria de sódio e 5 mil unidades do novo Yiwei 3, que tem bateria LFP e deve ser lançado no Brasil ainda em 2024 como um rival do BYD Dolphin e do GWM Ora 03. 

Ainda não há previsão de lançamento para ambos os modelos. Contudo, com o novo componente da bateria, o preço do E-JS1 deve se tornar ainda mais competitivo com relação aos praticados no mercado latino-americano. Essa redução é por se tratar de uma produção com custo menor do que as já consolidadas baterias de lítio.

Equipado com a bateria de sódio, o E-JS1 apresenta capacidade de carga de 23,2 kWh, com uma autonomia de até 230 quilômetros de acordo com o padrão chinês. Já há atualizações previstas para uma nova versão com autonomia de 300 quilômetros.

As novas baterias de sódio são fornecidas pela HiNa Battery, uma empresa chinesa especializada na fabricação de baterias com íons de sódio.

Veículos prontos para serem exportados da China para a América Latina
No total, foram 10 mil unidades, sendo metade do novo E-JS1 e outra metade com o Yiwei 3. Foto: Reprodução/CarNewsChina.com

Prós e contras da bateria de sódio

Como toda tecnologia em seu estágio inicial, a bateria de sódio ainda apresenta prós e contras para seu uso em veículos elétricos. O uso desse tipo de bateria pode baratear o custo de produção dos carros elétricos e, por consequência, reduzir o preço para o consumidor final. 

Outros pontos positivos são que o sódio garante uma recarga mais rápida, maior estabilidade contra condições climáticas extremas e maior segurança para casos de fuga térmica e superaquecimento. Além de levar em consideração a extração do componente, que é o mais abundante do planeta Terra. Em efeito de comparação, o lítio já é considerado um componente raro, sendo o 35º elemento mais abundante do globo terrestre.

Apesar de alguns pontos positivos, ela ainda possui alguns problemas que os produtores trabalham para que seja sanado, como a baixa eficiência energética, capacidade de armazenamento menor e vida útil mais curta, com relação às já tradicionais baterias de lítio.

Novidade em exportação da JAC

O Yiwei 3 deve ser, em breve, uma novidade da JAC para o mercado latino-americano. O modelo está presente, com 5 mil unidades, na mesma embarcação que trará o E-JS1 com bateria de sódio para a América do Sul e Central. Com base nas características desse modelo, ele deve se encaixar na disputa de mercado com o BYD Dolphin e o GWM Ora 03.

O Yiwei 3 é vendido na China em duas versões. A básica possui um motor elétrico com 75 kW (95 cv) de potência, além de uma bateria LFP com 41 kWh que garante uma autonomia de até 405 km no ciclo chinês. 

Já a versão superior está equipada com um motor de 100 kW (136 cv) de potência e uma bateria com 51,5 kWh para 505 km de autonomia, também pelo ciclo chinês CLTC.

Yiwei 3, novo modelo da JAC Motors para a América Latina
Yiwei 3, modelo da JAC Motors que deve chegar ao Brasil ainda em 2024. Foto: Divulgação/JAC

Ler o Anterior

Canal VE sorteia ingressos para o E-Prix São Paulo de Fórmula E

Ler o Próximo

Hyundai investirá R$ 5,4 bilhões em carros elétricos no Brasil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular