Canal VE

13 de abril de 2024

Empresa vai instalar 18 eletropostos entre São Paulo e Mato Grosso do Sul

Empresa vai instalar 18 eletropostos entre São Paulo e Mato Grosso do Sul

Empresa vai instalar 18 eletropostos entre São Paulo e Mato Grosso do Sul

Uma rede de 18 eletropostos já começou a ser instalada em um trajeto de 1.300 km entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul pela CTG Brasil, uma das líderes em geração de energia limpa do País. O investimento é de cerca de R$ 8,2 milhões.

De acordo com a CTG, o projeto, que inicialmente une a sede a 12 usinas hidrelétricas operadas pela empresa, será finalizado ainda esse ano, e prevê testes de um modelo de negócio viável para recarga de veículos elétricos.

O sistema é uma parceria com o Instituto de Ciência e tecnologia Lactec e a fabricante de carregadores de veículos Incharge. O projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) é realizado no âmbito da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) que irá disponibilizar postos de carregamento nas operações da CTG Brasil ao longo do Rio Paranapanema e na região que interliga a Usina Hidrelétrica Jupiá, localizada entre os municípios de Andradina (SP), Castilho (SP) e Três Lagoas (MS); e Ilha Solteira, entre as cidades de Ilha Solteira (SP) e Selvíria (MS).

Os primeiros oito eletropostos instalados já estão em fase de testes nas usinas Jupiá, Ilha Solteira, Canoas I e II e Capivara, além da sede da CTG Brasil, em São Paulo. Ainda de acordo com a empresa, futuramente, a rota deve ser estendida, por meio de parcerias locais, para pontos públicos nas regiões de Ilha Solteira (SP), Três lagoas (MS), Cerqueira Cesar (SP) e São Paulo (SP), tornando parte da rede acessível à população em geral.

E estimativa é de que após finalizada, a rota será uma das maiores de mobilidade elétrica, em extensão, financiada por uma empresa do setor elétrico brasileiro.

A implementação dos eletropostos traz ainda importantes contribuições para o segmento da eletromobilidade no Brasil. Processos como a implantação de um sistema geral de monitoramento dos pontos de recarga, faturamento e autorização de acesso para os veículos podem ser analisados e aperfeiçoados.

 

Ler o Anterior

Modelos Subaru com motorização Híbrida E-boxer chegam ao Brasil

Ler o Próximo

Stellantis pretende lançar 16 carros na América Latina até 2025

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular