Canal VE

20 de julho de 2024

Brasileiro quer carro elétrico para fugir de combustível caro, diz EY

Homem segura mangueira de combustível em posto

Altos preços praticados nas bombas de combustíveis têm motivado os consumidores a buscarem carros elétricos. Foto: Divulgação/Freepik.

Os consumidores brasileiros têm maior interesse de compra de veículos elétricos do que a média de consumidores de todo o mundo, revelou o estudo Mobility Consumer Index 2023, produzido pela Agência EY.

A pesquisa mostra que 57% dos consumidores brasileiros entrevistados têm intenção de adquirir um carro elétrico, contra uma média de 55% dos consumidores entrevistados de outros países. A pesquisa no Brasil entrevistou 1.001 pessoas, segundo a EY.

Já o principal motivo apontado pelos entrevistados para a intenção de compra de veículos elétricos é o alto preço dos combustíveis, apontado por 46% das respostas no ensaio brasileiro da pesquisa, empatado com preocupações com o meio ambiente. 

Ainda de acordo com o estudo, apesar do maior interesse dos brasileiros, o alto custo de aquisição de um veículo elétrico ainda é um impeditivo para a popularização das vendas.

 

Tendência mundial

Enquanto o Brasil planeja retomar o Imposto de Importação para os veículos híbridos e elétricos, a partir de janeiro de 2024, a substituição dos veículos a combustão pelos VEs representa uma das mais relevantes medidas globais contra o aquecimento global, de acordo com a EY. 

Segundo a agência, a substituição de combustíveis fósseis por baterias deve permitir à indústria automotiva zerar as emissões de carbono e atender, assim, aos acordos globais do clima assinados nos últimos anos.

No mundo, o setor de transporte responde por 14% das emissões de gases do efeito estufa (GEE). Somente na cidade de São Paulo, os carros representam mais de 72% das emissões, sendo mais poluentes do que os ônibus, de acordo com estudo do IEMA (Instituto de Energia e Meio Ambiente).

 

Preço elevado afasta consumidor

O estudo, realizado anualmente desde 2020, fornece insights sobre as mudanças nos padrões de viagens e na mobilidade do mundo pós-Covid. O Mobility Consumer Index também analisa o ritmo de mudança da sociedade para a adoção de veículos elétricos e a jornada de compra dos consumidores em relação ao carro. Participaram do levantamento 15 mil respondentes provenientes de 20 países em entrevistas de março deste ano. A pesquisa foi divulgada em 14 de novembro de 2023.

E para 38% das respostas, o maior impeditivo para a aquisição de veículos elétricos no Brasil é seu preço elevado. Com 36% das respostas, a falta de estações de carregamento para a bateria veio na sequência.

 

Ler o Anterior

Renault confirma volta do Twingo, agora elétrico e mais popular

Ler o Próximo

Stellantis e CATL assinam acordo por baterias LFP na Europa

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular