Canal VE

24 de junho de 2024

BorgWarner fornecerá eFan para caminhões elétricos na Europa

Grande fábrica da BorgWerner no Brasil

Fábrica da BorgWarner no Brasil está localizada em Itatiba (SP). Foto: Divulgação/BorgWarner

A BorgWarner fornecerá o sistema eFan para as baterias de caminhões e ônibus elétricos de uma montadora global. A parceria com essa marca, ainda mantida em sigilo, terá início no quarto trimestre de 2025. 

O sistema fornecido, que inclui ventilador, e-motor e inversor integrado, será para veículos comerciais, com foco no mercado europeu e norte-americano.

Os eFan são aplicados em caminhões e ônibus elétricos, onde o seu acionamento acontece por meio de um motor elétrico e inversor integrado. 

O sistema de resfriamento é importante para veículos comerciais, como ônibus e caminhões, já que o uso constante desses veículos aumenta a temperatura do conjunto de baterias. O resfriamento, portanto, é necessário para prolongar a vida útil da bateria.

O sistema pode ser aplicado tanto em veículos elétricos a bateria (BEVs) quanto em veículos elétricos a célula de combustível (FCEVs).

Projetado para confiabilidade de longo prazo, o motor elétrico e a eletrônica de potência são refrigerados a líquido para serem compactos e robustos. Além disso, os ventiladores são otimizados para baixas velocidades com alta eficiência e ruído mínimo durante o carregamento da bateria.

Sistema eFan é um objeto circular, com hélices internas
Sistema eFan será desenvolvido para resfriar baterias de caminhões e ônibus. Foto: Divulgação/BorgWarner.

Tecnologia similar à produzida no Brasil

A BorgWarner está fornecendo seu sistema eFan R10 completo, que inclui ventilador, motor eletrônico e inversor de alta tensão integrado. O eFan R10 é capaz de até 10 kW de potência e 40 Nm de torque com uma faixa de temperatura operacional de -40°C a 80°C.

“A BorgWarner aplicou sua experiência em desempenho de ventiladores, motores elétricos e eletrônica de potência para desenvolver sistemas eFan altamente eficientes para uma variedade de veículos elétricos”, disse Joe Fadool, Vice Presidente e Gerente Geral da BorgWarner Emissions, Thermal and Turbo Systems.

“As hélices dos ventiladores eFan de alta tensão mencionados nesse anúncio têm design e eficiência similares aos ventiladores produzidos no Brasil, na nossa fábrica em Itatiba (SP), diferenciando basicamente no sistema de acionamento do ventilador”, explica Wilson Lentini, Diretor Geral da BorgWarner Emissions, Thermal and Turbo Systems no Brasil.

Os eFan são aplicados em caminhões e ônibus elétricos, onde o seu acionamento acontece por meio de um motor elétrico e inversor integrado. Já os ventiladores produzidos no Brasil são acionados por embreagens viscosas com controles mecânicos ou eletrônicos aplicados em motores à combustão a diesel (caminhões, ônibus e picapes). “Ambos os produtos têm como função primária o resfriamento dos motores à combustão ou elétricos”, complementa Lentini.

Produção e Mercado

Segundo a BorgWarner, o início da produção para a montadora está previsto com volumes iniciais acima de 3 mil unidades, subindo para quase 74 mil até 2031 entre a América do Norte e a Europa. 

Algo que colabora com o desenvolvimento e distribuição do eFan com marcas globais, é a aquisição, por parte da BorgWarner, da Drivetek AG. Esse passo no mercado, fez com que a empresa aprimorasse seu produto, visando comercializar para mais marcas mundiais.

Ler o Anterior

Governo de MG lança o projeto Vale do Lítio em Nova York

Ler o Próximo

GM e WEG se unem para ampliar rede de recarga em residências

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular