Canal VE

14 de junho de 2024

Volvo produzirá seu último carro movido a diesel no início de 2024

Parte da frente do EX30, lançamento mais recente da Volvo no Brasil

Com a exclusão dos veículos a diesel de seu portfólio, a Volvo vai focar ainda mais em veículos elétricos. Foto: Divulgação/Volvo

A Volvo, em um comunicado oficial, anunciou que encerrará a produção de carros movidos a diesel no início de 2024. Segundo a marca, o objetivo é reduzir gradativamente a fabricação dos motores a combustão, para que a montadora possa focar exclusivamente em veículos elétricos em um futuro próximo.

Essa decisão representa uma mudança dentro da história da Volvo. Até 2019, por exemplo, os modelos a diesel representavam a maioria das vendas da marca na Europa, enquanto os elétricos atingiam números quase inexpressivos. Atualmente, a proporção de vendas se inverteu, com modelos elétricos representando grande parte das vendas, enquanto os modelos a diesel são minoria nas vendas.

O anúncio da Volvo foi feito durante a Semana do Clima de Nova Iorque, com a declaração de que: “Daqui a alguns meses, o último carro Volvo movido a diesel terá sido construído, tornando a empresa uma das primeiras fabricantes de automóveis a dar este passo”.

Desde que vendeu suas ações em uma joint venture com a Geely, em novembro de 2022, a Volvo não utiliza recursos para desenvolvimento e estudo de motores e novas tecnologias para veículos a combustão, embora a empresa ainda continue produzindo veículos movidos a gasolina. 

“Os motores elétricos são o nosso futuro e são superiores aos motores de combustão: geram menos ruído, menos vibração, menos custos de manutenção para os nossos clientes e zero emissões”, afirma Jim Rowan, CEO da Volvo Cars. 

Parte traseira do EX30, o lançamento da Volvo no Brasil
A Volvo pretende liderar a transição energética dos automóveis em todo o mundo, e para cada mercado age de uma forma distinta para isso. Foto: Divulgação/Volvo

Planos mundiais para a transição energética

A Volvo possui uma estratégia para liderar e acelerar esse desenvolvimento dos carros elétricos no mundo todo, seja limitando a sua fabricação a apenas elétricos ou até investindo em infraestrutura de recarga, como faz no Brasil.

No cenário europeu, até 31 de agosto de 2023, a montadora havia vendido mais de 180 mil unidades de veículos eletrificados, muito por conta desse posicionamento estratégico nas vendas da marca. Por exemplo, em alguns países europeus, como Dinamarca e Noruega, a fabricante vende apenas modelos BEV e PHEV. 

Trazendo essa realidade para o Brasil, que é um mercado visto com bons olhos pela Volvo, a montadora está direcionando seus investimentos para criar uma infraestrutura de recarga adequada para o desenvolvimento dos veículos elétricos. Além disso, recentemente, a Volvo lançou para o mercado nacional, seu modelo 100% elétrico, o EX30.

Ler o Anterior

Kawasaki revela detalhes de moto elétrica confirmada para o Brasil

Ler o Próximo

Renault lança Megane E-Tech 100% elétrico por R$ 279,9 mil

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular