Canal VE

29 de novembro de 2023

Especialistas debatem o futuro da eletromobilidade em Brasília

Exposição de carros elétricos no evento realizado em Brasília, pela Anfavea

O evento contou com debates, conversas e exposição de veículos elétricos. Foto: Divulgação/Anfavea

Especialistas da eletromobilidade tiveram um dia repleto de debates em Brasília, durante o evento “Conduzindo o Futuro da Eletrificação no Brasil”, promovido pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). O evento, realizado no dia 14 de junho de 2023, reuniu fabricantes e fornecedores da cadeia produtiva com autoridades políticas para tratar das melhores práticas para o futuro.

Logo na abertura, o presidente da Anfavea, Márcio Lima Leite, destacou a importância do evento para a descarbonização do planeta e para a discussão sobre novas tecnologias aplicadas à mobilidade.

“Estou certo que daqui a algum tempo lembraremos deste 14 de junho de 2023 como um divisor de águas, um momento em que todos os stakeholders do ecossistema automotivo se uniram em prol de um caminho que leve com maior senso de urgência não só à descarbonização do setor automotivo, mas a um novo horizonte para a industrialização do Brasil, com foco em novas tecnologias de eletrificação e outras que estão revolucionando a mobilidade em nível global”, afirmou.

Presente ao encontro, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, destacou que a mobilidade elétrica é um importante aliado na descarbonização do setor. “A mobilidade elétrica é e será uma das principais frentes para descarbonizar a cadeia de transportes”, disse Silveira. 

O vice-presidente Geraldo Alckmin também prestigiou o evento, e lançou o desafio da neo-industrialização. “Temos um câmbio bom para exportações, a reforma tributária ajudará e os juros futuros estão em queda”, disse Alckmin, que também aproveitou seu discurso para dizer que o BNDES vai disponibilizar R$ 5 bilhões ao ano para pesquisa, inovação e digitalização.

Presidente da Anfavea discursando durante evento sobre eletromobilidade
O evento reuniu pessoas do setor público e do setor privado em prol do desenvolvimento da eletromobilidade. Foto: Divulgação/Anfavea

Debate enriquecedor

O encontro promovido pela Anfavea contou com diversos painéis para discutir a eletrificação. Os visitantes puderam ter um panorama sobre a descarbonização no mundo e a atual fase no Brasil, os desafios da produção de veículos eletrificados no país e o desenvolvimento da infraestrutura de recarga, entre outros temas. 

Representantes das montadoras também aproveitaram o evento para trocar experiências e debater o futuro da mobilidade no Brasil.

“A eletrificação é um dos caminhos para se alcançar a descarbonização da mobilidade, e os veículos elétricos se tornam uma tendência global, tanto para uso diário quanto para as atividades profissionais. A Stellantis foi constituída com uma visão de mobilidade sustentável e acredita que a combinação do etanol com eletrificação é o caminho mais rápido e apropriado para o Brasil, por oferecer uma alternativa sustentável e acessível para uma crescente eletrificação da frota brasileira”, afirma o presidente da Stellantis para América do Sul, Antonio Filosa.

Já o presidente da Renault no Brasil, Ricardo Gondo, defendeu que as novas tecnologias devem ser mais acessíveis à população. 

“Os clientes brasileiros precisam ter acesso à tecnologia dos veículos 100% elétricos, principalmente veículos comerciais com empresas que precisam fazer a redução de sua pegada de carbono, por meio da eletrificação da frota e, também, de clientes particulares que querem ter acesso a essa tecnologia”.

Vice-presidente Geraldo Alckmin discursando no evento de carros elétricos da Anfavea
Geraldo Alckmin também estava presente para alimentar as discussões sobre veículos elétricos. Foto: Divulgação/Anfavea

Exposição de veículos elétricos

O encontro teve ainda uma grande exibição com 40 veículos eletrificados das associadas da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e chassis de ônibus. 

Até mesmo alguns veículos que ainda não desembarcaram no Brasil oficialmente estiveram presentes na mostra, como: Ford Mustang Mach-E, Renault Mégane E-Tech e Volkswagen ID. Buzz e o ainda não lançado, nem nos Estados Unidos, Chevrolet Blazer EV.

Ler o Anterior

Seis dias com o BYD Yuan Plus: um carro que remete aos sonhos

Ler o Próximo

Toyota pretende ter baterias de 1.000 km de autonomia até 2026

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular