Canal VE

13 de abril de 2024

Curitiba terá caminhão elétrico da Volvo para coleta de resíduos

Caminhão elétrico da Volvo em recarga

O modelo será entregue para testes a capital paranaense no primeiro semestre de 2024. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Curitiba

A Prefeitura Municipal de Curitiba utilizará um caminhão elétrico da Volvo para coleta de resíduos ainda no primeiro semestre de 2024. O veículo foi projetado pela multinacional de origem sueca, que possui uma fábrica na capital paranaense. 

Os testes com caminhão elétrico vão ajudar a capital paranaense a buscar as metas definidas no Plano Municipal de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas de Curitiba (PlanClima). O uso dos veículos elétricos pesados vai de encontro a dados que, segundo o inventário climático feito pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, cerca de 66% das emissões de gases de efeito estufa da cidade vêm do transporte.

“A nossa ideia é mostrar o futuro, porque o futuro é o melhor presente para Curitiba. A Volvo trouxe esse caminhão elétrico de coleta de resíduo urbano para começar a servir em Curitiba como teste. Esse caminhão foi feito na planta da Volvo na Suécia e recebe uma carroceria brasileira. Vamos começar a fazer os testes porque temos pressa em chegar ao futuro e de preferência a um futuro sem poluição”, afirma o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PSD).

Caminhão elétrico Volvo para coleta de resíduos em Curitiba
De acordo com a Volvo, o caminhão tem autonomia entre 150 km e 180 km. Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Curitiba

Sobre o caminhão da Volvo

O caminhão elétrico da Volvo possui um peso bruto de 22 toneladas, com capacidade de carregamento de cerca de 8 toneladas de resíduos. Caso o veículo tenha que rodar em rodovia, esta capacidade se reduz a 1.500 kg, devido à regulamentação de rodagem com três eixos. 

Buscando atender as demandas da Prefeitura Municipal de Curitiba, com o PlanClima, a estimativa é que, com a adoção do veículo, a cidade reduza em cerca de 60 toneladas de CO2 lançados para a atmosfera.

De acordo com a Volvo, o modelo possui uma autonomia estimada para rodar entre 150 km e 180 km sem precisar de um novo carregamento.

Ler o Anterior

Carros elétricos terão produção mais barata que os a combustão

Ler o Próximo

BYD já tem novas plataformas para baratear elétricos e híbridos

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular